Cidades

Eixo capital

postado em 30/05/2020 04:05

Grupo de promotores sai em defesa de investigados no processo da fake news
Um grupo de promotores de Justiça, que integram o movimento Pro Sociedade, impetrou ontem um habeas corpus em defesa dos alvos do inquérito das fake news, conduzido pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF. O grupo tem representantes do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). A vice-presidente da organização é a procuradora de Justiça Ruth Kicis, irmã da deputada federal Bia Kicis (PSL-DF), que tem o discurso afinado com os pensamentos do presidente Jair Bolsonaro e está entre os parlamentares investigados por Moraes. No HC, eles pedem que os alvos sejam investigados apenas pelo Ministério Público e que os atos do processo e evidências levantadas até agora sejam anulados. O recurso foi distribuído ao ministro Edson Facchin.

Precedente de Moraes
No Habeas Corpus, os promotores citam um posicionamento do próprio ministro Alexandre de Moraes, em outro caso: ;A liberdade de expressão não se direciona somente a proteger as opiniões supostamente verdadeiras, admiráveis ou convencionais mas também aquelas não compartilhadas pelas maiorias.

Hora de cuidar dos mais velhos
Dos 142 mortos registrados até ontem no DF por covid-19, 108 tinham mais de 60 anos, o correspondente a 76%. Desses, um terço (48) tinham mais de 80 anos. Hora de cuidar dos idosos, como nunca. #FiqueEmCasa

Economia de 300%
Procurador do DF, o diretor-geral do Detran-DF, Zélio Maia, comemorava ontem a redução em quase 300% do valor final obtido em licitação, concluída quinta-feira, para serviços de monitoramento de avanço de sinal. ;Quando cheguei o valor estimado era de R$ 58 milhões.

Achei elevado e determinei, com base em estudos internos que já existiam, que fosse reduzido para o valor máximo de R$ 25 milhões. Saiu o resultado: R$ 14,9 milhões. Ou seja, considerando o valor inicial que comporia o edital, tivemos uma redução de R$ 43 milhões;, conta Zélio Maia. A vencedora da licitação foi a empresa Fiscal Tecnologia e Automação Ltda. Outras quatro concorrentes apresentaram valores maiores, variando de R$ 16,1 milhões a R$ 18,9 milhões.

Granada no bolso do servidor

A famosa reunião ministerial do dia 22 de abril continua repercutindo. Circula entre servidores públicos a parte em que o ministro da Economia, Paulo Guedes, mais uma vez escorrega ao se referir ao funcionalismo. ;Nessa confusão toda, todo mundo achando que estamos distraídos, abraçaram a gente, enrolaram a gente, mas já botamos a granada no bolso do inimigo: dois anos sem aumento de salário;, diz Guedes no trecho que tem sido repassado entre servidores.

Medalha militar
Chefe da Casa Civil do governo Rollemberg, o diretor-geral da Câmara dos Deputados, Sérgio Sampaio, foi um dos homenageados ontem pelo presidente Jair Bolsonaro, com a promoção ao grau de Grande Oficial da Ordem do Mérito Naval. A condecoração foi publicada no Diário Oficial da União de ontem.

Pagamento por ocupação
A Secretaria de Estado de Segurança Pública do Distrito Federal lançou a contratação emergencial de 360 apartamentos para profissionais da carreira de execução penal. Os dois primeiros vencedores foram o Apoio Hotéis (antigo Bristol, que agora se chama Like You) com 143 apartamentos a R$ 130,00 cada. Se eles lotarem os apartamentos, utilizarão o Kubitschek Plaza, que tem tarifa de R$ 154,00. O valor do empenho do Kubitschek é de R$ 1.002.540,00, o que corresponde a 217 apartamentos para um período de 30 dias. Esse valor é o máximo que pode ser o contrato. Se apenas um apartamento for ocupado, será paga somente essa uma diária.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação