Publicidade

Correio Braziliense

Decreto autoriza a volta dos serviços de coleta seletiva e triagem no DF

A atividade estava suspensa desde o dia 20 de março, por conta do risco de transmissão do coronavírus


postado em 30/05/2020 20:03 / atualizado em 30/05/2020 21:37

(foto: Denio Simões/Agencia Brasília)
(foto: Denio Simões/Agencia Brasília)
Decreto publicado neste sábado (30) autoriza a volta dos serviços de coleta seletiva e triagem de resíduos sólidos recicláveis no Distrito Federal. O novo decreto, no entanto, condiciona o retorno à "apresentação, pelos prestadores de serviços, de um plano de segurança e prevenção de risco para cooperados, associados e trabalhadores envolvidos nas atividades, a ser submetido a avaliação da Subsecretaria de Vigilância em Saúde do Distrito Federal e aprovação pelo Serviço de Limpeza Urbana (SLU)".

 

Desde a publicação do Decreto nº 40.548 de 20 de março de 2020, essas atividades estavam suspensas, por conta do risco de transmissão do coronavírus. Segundo o SLU, a medida afetava o trabalho das 11 cooperativas que fazem a coleta seletiva em 15 regiões administrativas e ainda paralisava a separação dos materiais nos galpões de triagem por outras 18 organizações. 

 

Assessor especial do SLU, Guilherme de Almeida recomenda cuidados em casa para reduzir o risco de transmissão às pessoas que vão recolher o material nas ruas e àquelas que executarão o aterramento. “Ao descartar o lixo, a pessoa que estiver diagnosticada ou com suspeita da doença deve colocar o material envolto em outro saco para acondicionar melhor o resíduo que provavelmente está contaminado”, diz. 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade