Publicidade

Correio Braziliense

Conselho de Saúde de Ceilândia solicita reunião com Secretaria de Saúde

A região é líder no número de infectados pelo novo coronavírus. Por isso, presidente Andrecinda Rocha pediu encontro urgente com secretário de Saúde Francisco Araújo para debater medidas de controle na região


postado em 02/06/2020 20:33 / atualizado em 02/06/2020 21:54

Presidente sugere política de educação para conscientizar moradores de Ceilândia(foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press )
Presidente sugere política de educação para conscientizar moradores de Ceilândia (foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press )
O Conselho Regional de Saúde de Ceilândia se reuniu nesta terça-feira (2/6) para discutir aumento do número de casos do novo coronavírus em Ceilândia. A Região Administrativa (RA) chegou a 1.210 casos, cerca de 11% do número de casos no DF. A presidente também encaminhou via Sistema Eletrônico (SEI) pedido para reunião com o secretário de Saúde Francisco Araújo, em 48 horas, para debater medidas de controle na região e aguarda resposta.

No encontro desta terça estavam presentes representantes do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Administração de Ceilândia, civis, entre outros. Foram discutidas ideias para combater o crescimento de contaminado no local. De acordo com Andrecinda, a situação causa preocupação. “As pessoas estão andando livremente e sem preocupação com a doença. Precisamos pensar em um plano de ação de educação para prevenir o aumento de casos”, diz.

Andrecinda também aponta para a necessidade de um hospital de campanha em Ceilândia. “Ceilândia é um local enorme e o hospital hoje não é capaz de atender a todos. Queremos saber se há possibilidade de instalação de um novo hospital na RA”, diz. Além disso, foi abordada a possibilidade de um lockdown. “Precisamos que a secretaria de saúde nos apresente dados sobre quais locais há maior contaminação e talvez pensar um lockdown parcial nesses lugares”, sugere Andrecinda. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade