Publicidade

Correio Braziliense

Circulação de veículos no Parque da Cidade segue proibida; veja regras

Apenas os deslocamentos até os estacionamentos 4 e 5 estão liberados, para que os usuários possam ter acesso às áreas de prática de execícios físicos


postado em 03/06/2020 20:54 / atualizado em 03/06/2020 20:54

(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
O primeiro dia de reabertura dos parques no Distrito Federal teve normas rígidas de acesso, que devem continuar a ser seguidas para evitar a disseminação do coronavírus. Ao todo, 18 parques urbanos, fechados há mais de 60 dias, reabriram nesta quarta-feira (3/6), após liberação publicada em decreto do Governo do Distrito Federal no fim de semana. Ao menos três funcionários da Secretaria de Esporte e Lazer monitoraram e orientaram o público em cada uma das unidades, e contaram ainda com a ajuda de voluntários. 
 
A circulação de veículos ainda está proibida no interior dos parques, por isso, só podem passar os motoristas que estão indo praticar atividades físicas. No Parque da Cidade, por exemplo, o Departamento de Trânsito (Detran-DF) colocou barreiras para controlar o fluxo, já que apenas os deslocamentos até os estacionamentos 4 e 5 estão liberados. Lá, além dos funcionários da secretaria, 17 voluntários atuaram para orientar os frequentadores, informou a secretária de Esporte e Lazer, Celina Leão. "Vamos monitorar diariamente a frequência de cada parque para saber a necessidade de ampliar o número de voluntários”, destacou.
 
“Foi uma retomada muito tranquila”, avaliou Celina. “A população está consciente, e muita gente está chegando de máscara. Quem chegava sem (a máscara), a gente orientava que é importante o uso, para a segurança de todos. Estamos tomando todas as medidas para que seja algo com o máximo de segurança possível”, disse.

Além da obrigatoriedade do uso de máscara - norma definida pelo GDF e cujo descumprimento pode gerar multa de R$ 2 mil - equipamentos de ginástica, parques infantis, bebedouros e banheiros não podem ser utilizados nesse período. Também não é permitido acampamento ou piquenique. É recomendado que cada usuário leve a própria garrafa de água e não a compartilhe com mais ninguém.

Retorno de atividades esportivas

A Secretaria de Esporte e Lazer estuda um cronograma para as demais modalidades esportivas. O objetivo é manter a população ativa, garantindo a saúde dos esportistas. “Agora, a população do DF pode caminhar, correr, pedalar, andar de bicicleta e skate nos parques, mas já estamos conversando com os educadores físicos. E para cada atividade tem um tipo de protocolo. Tem protocolo de saúde para os personal trainers, tem protocolo para a canoagem e esportes náuticos, e tudo está sendo analisado individualmente. Nós estamos falando de saúde e discutindo esta reabertura com muito cuidado. A liberação das atividades precisa ser gradual para garantir a segurança da população”, alertou Celina Leão.
 
Com informações da Secretaria de Esporte e Lazer 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade