Publicidade

Correio Braziliense

Hospital de campanha para covid-19 é inaugurado em Águas Lindas

Unidade em Goiás atenderá região do entorno do Distrito Federal


postado em 05/06/2020 09:28 / atualizado em 05/06/2020 12:17

(foto: AlbertoRuy/MInfra)
(foto: AlbertoRuy/MInfra)
Foi inaugurado hoje (5/6), às 8h30, o Hospital de Campanha (HCamp) de Águas Lindas (GO), para atender exclusivamente casos suspeitos ou confirmados de covid-19 na região do Entorno do Distrito Federal. Águas Lindas fica a cerca de 50 quilômetros de Brasília.

O presidente Jair Bolsonaro e o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, participaram da cerimônia.
 
A unidade terá 200 leitos de internação, dos quais 190 de enfermaria e 10 de UTI, com rede de gás instalada. Essa rede, os geradores elétricos e camas foram adquiridos com recursos do Ministério da Saúde. Segundo a Secretaria de Saúde de Goiás, a estrutura permite ampliar o número de leitos de UTI conforme a necessidade.

O governo federal também será responsável pelo aluguel e a manutenção da estrutura física do hospital.

A unidade foi construída pelo governo federal, ao custo de R$ 10 milhões, e será mantido pelo governo de Goiás, que custeará insumos e equipes, com total de 263 colaboradores diretos – que incluem 45 médicos, 85 enfermeiros e técnicos em enfermagem, 23 fisioterapeutas, além de farmacêuticos, psicólogos e nutricionistas.

A Secretaria de Saúde informa que já enviou dez ventiladores pulmonares para a unidade, onde estão instalados monitores multiparamétricos para verificação dos sinais vitais dos pacientes graves. O hospital de campanha dispõe de tomógrafo computadorizado e laboratório clínico para a realização de exames (análise clínica completa).

O acordo de cooperação entre os governos federal e de Goiás prevê o funcionamento do HCamp por quatro meses, podendo ser prorrogado. A assinatura do acordo é de 22 de maio. Inicialmente, a estimativa era de que as obras do hospital fossem concluídas em abril. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade