Cidades

Novas vítimas de vidente procuram a polícia após denúncias de extorsão

Mais oito pessoas denunciam a vidente presa no último dia 26 de maio por extorsão e ameaça. A Polícia Civil abriu novos cinco inquéritos para apurar os crimes

Agatha Gonzaga
postado em 09/06/2020 17:50
Mais oito pessoas denunciam a vidente presa no último dia 26 de maio por extorsão e ameaça. A Polícia Civil abriu novos cinco inquéritos para apurar os crimesA Polícia Civil do Distrito Federal abriu cinco novos inquéritos para investigar uma vidente de 52 anos, que foi presa em flagrante no final de maio por lavagem de dinheiro. De acordo com o Delegado Adjunto da 4; Delegacia de Polícia (Guará), João de Ataliba, oito vítimas prestaram depoimento nos últimos meses. A mulher, que junto com uma comparsa se intitulava ;vidente do amor;, antes de ser presa, também tinha outro inquérito em aberto por organização criminosa, estelionato e extorsão.

Os depoimentos das vítimas são parecidos sobre a forma de atuação da mulher. O medo da morte é o principal motivador para os repasses de dinheiro. Uma das pessoas lesadas, que procurou a polícia no mesmo mês em que a acusada foi presa relatou aos agentes que foi alertada pela falsa vidente de que estaria ;sendo vítima de entidades malignas que estavam tentando matá-la, mas que poderia realizar trabalhos espirituais para evitar este mal;, detalha a ocorrência. Para isso a mulher de 26 anos pagou R$ 1.800 à vidente, mas continuou a ser assediada pela mulher que alegava que a morte ainda estaria por perto.

A vidente passou a assediar a mãe da moça que também frequentou a casa dela para os trabalhos espirituais, a fim de salvar os filhos da morte e de um possível câncer previsto pela golpista.

Outra vítima relatou aos policiais que veio a Brasília em 2013 após terminar um relacionamento amoroso de 20 anos, no qual foi traída. Abalada emocionalmente, procurou a vidente por indicação de uma irmã. A esta vítima, a vidente disse que ;havia um trabalho de bruxaria contra sua família, sendo que a mulher que estava com seu ex-marido, poderia fazer mal aos seus filhos, dizendo que este poderia até morrer;. Para evitar a maldição, a vítima pagou R$ 20.000,00 à golpista.

Videntes do amor

No dia 26 de maio, a vidente foi presa em flagrante junto a outra mulher e a um homem. Segundo as investigações, o grupo oferecia falsos serviços espirituais e exigia dinheiro, perfume e bebidas aos clientes com a promessa de fazer "amarrações para o amor".

Os três presos são da mesma família: mãe, filho e nora e foram autuados em flagrante por lavagem de dinheiro. O trio responde ainda por organização criminosa, estelionato e extorsão.

Na casa onde ocorriam os trabalhos, a polícia cupriu um mandado de busca e encontrou procurações de veículos e de imóveis de outras vítimas, além de cheques totalizando R$ 46,7 mil, diversos frascos de perfume, bolsas de grife, relógios e joias. A filha de uma das detidas também é investigada por participação no esquema.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação