Cidades

Crônica da Cidade

>> (cartas: SIG, Quadra 2, Lote 340 / CEP 70.610-901)

postado em 13/06/2020 04:14

Bom mesmo é namorar

Não vou dizer nomes, porque não quero gerar problemas de relacionamento entre pessoas queridas. Mas sempre me lembro do dia, anos e anos atrás, em que uma amiga querida, então casada havia dois anos, me disse: "Namorar é muito melhor do que casar". A frase me chocou. Primeiro porque era ainda muito jovem e só tinha tido um namoro e nenhum casamento para comparar. Depois, porque sabia o quanto aquela pessoa sonhara em se casar e se esforçado para que sua festa de casamento fosse inesquecível.

Perguntei se ela estava infeliz no casamento. E ela disse que não era o caso. Amava o marido e não imaginava que pudesse ter achado alguém melhor para viver o resto da vida. Mas o dia a dia cheio de obrigações e compromissos e desafios e chateações, a divisão de espaço, o choque de estilos e a quantidade infinitamente maior de tempo passado juntos, tudo aquilo tornava a vida menos divertida do que quando os dois apenas namoravam.

Podem me chamar de Peter Pan, o garoto que se recusa a crescer, à vontade, mas acho que foi ali que comecei a imaginar que talvez fosse bom achar um jeito de não me casar e, ao mesmo tempo, não viver solitário e deprimido, sem um grande amor. Não sei se fiz alguma coisa que realmente tenha me ajudado a alcançar tal objetivo ou se foi apenas sorte, mas o fato é que, hoje, sou muito feliz de chamar minha companheira de vida, até hoje, de namorada. E a chamo assim porque é o que somos. Namorados. Duas pessoas que se amam e querem continuar juntos, mas como namorados, e não como marido e esposa.

Sim, eu sei. Você pode me chamar também de um enrolador de mulheres, outro esterótipo comumente associado a homens que não se casam. Pode também dizer, do alto de sua arrogância, que sabe mais sobre meu relacionamento do que eu mesmo e soltar o velho clichê: "Toda mulher sonha em se casar e tudo que sua namorada espera é que você a peça em casamento". Sinto prazer em lhe informar, se é esse seu caso, mas você está errado.

Nem todo mundo quer casar. Nem todo mundo que não se casa é um mentiroso, enrolador. Há pessoas que, simplesmente, se sentem mais felizes vivendo amores que não passam pelo casamento. Porque sabem, como disse minha amiga anos atrás, que namorar é bom demais. Ok, não juntar os trapos pode dar mais despesa. Dois aluguéis, dois condomínios, dois supermercados mensais... Mas dá menos briga e mais saudade, mais espaço e menos aperto, mais carinho e menos mau humor.

Nunca me esqueci do dia em que, numa festa, uma pessoa que não nos conhecia disse para mim e minha namorada: "Vocês estão juntos há muito tempo, né?" Perguntamos por que ela achava aquilo e ela disse. "É que vocês tratam muito bem um ao outro". Quando dissemos que estávamos juntos havia muitos anos, ela se espantou e pediu explicações. "É que não nos casamos nem moramos juntos. A gente namora." Por isso, o Dia dos Namorados, celebrado ontem, é tão querido por mim. É o dia de celebrar essa longa e deliciosa relação que tenho com meu amor, a Carol. Essa mulher divertidíssima e carinhosa que me faz ter certeza de que bom mesmo é namorar.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação