Cidades

VÍDEO: Grupo ignora decreto e protesta a favor do presidente na Esplanada

Em vídeo, um apoiador de Bolsonaro orienta os demais sobre como burlar o fechamento da Esplanada. Sarah Winter, ameaça Ibaneis Rocha (MDB) nas redes sociais

Adriana Bernardes
postado em 14/06/2020 10:10
Esplanada foi fechada pela Polícia Militar na manhã deste domingo (14/6)Contrariando o decreto do governador Ibaneis Rocha (MDB), que fechou a Esplanada dos Ministérios para evitar aglomerações e atos antidemocráticos, apoiadoras do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ocupam a Praça dos Três Poderes, em Brasília, na manhã deste domingo (14/6).

[VIDEO1]Ao Correio, a Polícia Militar confirmou a presença de um pequeno grupo no local e informou que a situação "é tranquila" e que está tentando convencê-los a deixar a região "na conversa". Logo cedo, começou a circular nas redes sociais um vídeo de um homem orientando os apoiadores do presidente sobre como burlar o fechamento da Esplanada.

Ibaneis tomou a decisão de bloquear a Esplanada dos Ministérios no fim da tarde de ontem (13/6), após um grupo de maniestantes insistir em permanecer no centro de Brasília, infringindo normas do isolamento social e da obrigatoriedade de uso de máscaras. No início da manhã de sábado (13/6), o acampamento deles foi desfeito por uma ação do DF Legal, coordenada pela Secretaria de Segurança Pública.

[FOTO1616691]

Ameaça a Ibaneis

Em sua rede social, Sara Winter, líder do movimento "300 do Brasil", ameaça o governador Ibaneis Rocha. Ela o chama de "projeto de ditator" e afirma que irá tirar o direito dele de ir e vir. "IBANEIS SEU PROJETO DE DITADOR!

Revogue agora mesmo esse decreto inconstitucional ou haverá consequências! Se você tirar o direito de ir e vir do povo, tiraremos o seu também! ACORDA BRASIL! Dia 21 ele fará o mesmo, impedirá as manifestações pró Bolsonaro. PRA CIMA DELE, BRASILIA".


[VIDEO2]

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação