Cidades

Mais 26 mil famílias vão receber o Cartão Prato Cheio

Têm direito ao benefício famílias residentes no DF, com renda igual ou inferior a meio salário mínimo

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 15/06/2020 15:53
 (foto: Sedes - DF/Divulgação)
(foto: Sedes - DF/Divulgação)
Lista de beneficiários é formada por quem já solicitou a cesta básica em alguma unidade de assistência social e teve requerimento registrado na SedesMais de 26 mil famílias que já solicitaram as cestas básicas de alimentos em alguma das unidades de atendimento socioassistenciais do DF receberão o benefício. A consulta sobre a retira do Cartão Prato Cheio está aberta desde as 8h desta segunda-feira (15/6) no site do programa. Os cartões serão entregues entre os dias 22 deste mês e 1; de julho, nas agências do Banco de Brasília (BRB) indicadas para a retirada.

O BRB vai utilizar o endereço do beneficiário, informado no momento do cadastro de requisição da cesta básica, para definir a agência bancária na qual deverá ser retirado o cartão. A secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, destacou que a Sedes fez um esforço junto à equipe econômica para ampliar o número de famílias que passam a ser atendidas com o benefício.

Benefício

O programa Prato Cheio é um auxílio que permite a transferência de crédito para aquisição de itens da cesta de alimentos e de pão e leite como forma de garantir alimentação às famílias em situação de insegurança alimentar e nutricional no DF. O valor do benefício é de R$ 250, com uso restrito em estabelecimentos alimentícios. O cartão do Prato Cheio não estará habilitado para a função saque.

Estão na lista para receber o auxílio as famílias que já solicitaram a cesta de alimentos em alguma unidade do Centro de Referência da Assistência Social (Cras) ou do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas). É preciso ter o requerimento registrado no Sistema Integrado de Desenvolvimento Social (Sids) da Sedes, conforme os critérios e perfil de acesso do programa. No mês passado, foram emitidos 10 mil cartões.

Têm direito ao benefício famílias residentes no DF, com renda igual ou inferior a meio salário mínimo (R$ 522,50) per capita, e que se declarem em situação de insegurança alimentar. Serão priorizadas as famílias monoparentais chefiadas por mulheres, com crianças de zero a 6 anos, bem como aquelas formadas por pessoas com deficiência e idosas.

O cartão poderá ser concedido cumulativamente com outros benefícios socioassistenciais, como o Bolsa Família e o DF Sem Miséria, desde que atenda os critérios de elegibilidade.

Retirada

O cidadão deve acessar o site do programa, inserir o CPF e a data de nascimento. Ao fim da consulta, será informado o dia determinado para que o usuário vá a uma agência do BRB para a retirada do cartão.

A pessoa interessada deve ir apenas à unidade indicada ao final da consulta, levando documento com foto e CPF. Para facilitar a retirada, o BRB, nesses dias, vai abrir mais cedo, às 8h.

Datas

Pessoas com nomes iniciados pelas letras A, B e C: retirada no dia 22 (segunda-feira).
Nomes iniciados em D e E: dia 23 (terça-feira).
Nomes iniciados em F, G, H e I: dia 24 (quarta-feira).
Nomes iniciados em J, K e L: dia 25 (quinta-feira).
Nomes iniciados em M: dia 26 (sexta-feira).
Nomes iniciados em N, O, P e Q: dia 29 (segunda-feira).
Nomes iniciados em R: dia 30 (terça-feira).
Nomes iniciados em S, T, U, V, W, X, Y e Z: 1;/7 (quarta-feira).

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação