Cidades

Covid-19: 28 metroviários estão contaminados; categoria se sente vulnerável

O número preocupa o Sindicato dos Metroviários do DF (Sindmetrô-DF), que pede urgência na disponibilização de testes para a categoria

Caroline Cintra
postado em 18/06/2020 15:15
Em uma semana, 11 metroviários foram diagnosticados com a covid-19Pelo menos 28 servidores da Companhia Metropolitana do Distrito Federal (Metrô-DF) tiveram o diagnóstico positivo para o novo coronavírus. Apenas na última semana, 11 desses casos foram confirmados. Os dados são do Sindicato dos Metroviários do DF (Sindmetrô-DF), que mostrou preocupação com os números de contágio e pede urgência na disponibilização de testes para a categoria.

Por meio da assessoria, o sindicato sugere que o GDF realize testagem em massa para os funcionários, que têm contato com milhares de pessoas diariamente. ;É uma preocupação que temos com eles e com os familiares. Muitos moram com pais doentes, pais idosos e podem levar a doença para dentro de casa e não queremos que isso aconteça;, disse a diretora de comunicação e mobilização do Sindmetrô, Renata Campos.

Ela conta ainda que houveram casos de funcionários que apresentaram os sintomas da covid-19 e que continuaram trabalhando a pedido dos superiores, sendo que o ideal seria esperar o resultado do teste em casa. ;Nos preocupamos com um contágio em massa. Já existe a falta de funcionários, que é algo antigo. Ainda tem os usuários. Quem pega, não sabe de onde veio. Precisamos da testagem para prevenir;, ressalta.

Além disso, outra exigência da categoria são os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). ;Primeiro foi o álcool em gel. Foi pedido, mas demorou para chegar. Depois as máscaras, a mesma coisa. E ter que ir trabalhar assim abala psicologicamente os metroviários. O retorno que a gente tem da empresa é que estão tentando os testes com a Secretaria de Saúde, mas não estão conseguindo. Quem descobriu estar com a doença precisou ir atrás do teste", conta.

Providências

[SAIBAMAIS]Em nota, a Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) informou que, antes mesmo da declaração de pandemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS), em 11 de março, vem tomando uma série de providências para garantir a segurança dos usuários e dos empregados. Entre elas estão o teletrabalho para empregados da área administrativa e afastamento dos empregados da Operação e Pronto Restabelecimento da Manutenção em grupo de risco sem compensação posterior.
Além disso, a companhia disse que disponibiliza serviço de orientação médica e programa de apoio psicossocial relacionado à pandemia, distribuição de álcool em gel e líquido 70% para todos os empregados; aquisição e distribuição de máscaras para os empregados da operação; e aquisição de máscaras para os empregados da área administrativa para serem distribuídas na volta do teletrabalho.
Houve também mudança na rotina de limpeza das estações, trens e Complexo Administrativo Operacional (CAO). O reforço da limpeza nas superfícies metálicas e bilheterias das estações é feito a cada 30 minutos.
O Metrô-DF disse que estão sendo realizadas as testagens dos empregados da Operação de acordo com a disponibilidade. Já foram testados, pelo companhia, 100 empregados da Operação - todos com resultado negativo.
A Secretaria de Saúde complementou informando que o DF possui dez pontos de testagem para a covid-19 no modelo drive-thru. É necessário fazer o cadastro no site testa.df.gov.br.
A pasta intensificou a testagem em 79 unidades básicas de saúde (UBS). Os locais funcionam de segunda a sexta-feira para testagem. Os pacientes são acolhidos e a realização do exame é feita seguindo orientações das equipes médica e de enfermagem.
;A SES frisa que os testes são indicados para pessoas com sintomas da covid e que a indicação é que sejam feitos a partir do sétimo dia. A retestagem deve ser realizada em pessoas sintomáticas, para atendimento dos melhores critérios e padrões de biossegurança;, finaliza o texto.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação