Cidades

Hran recomenda que paciente com sintomas gripais leves procurem as UBSs

De acordo com recomendação publicada nesta quinta-feira pela Secretaria de Saúde do DF (SES/DF), apenas pacientes com sintomas mais graves, como falta de ar e febre persistente, devem procurar a unidade da Asa Norte

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 18/06/2020 15:26
 (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
A procura quando se está com sintomas leves ou apenas para fazer o teste acaba por impedir que pacientes em estado grave sejam atendidosBrasilienses com sintomas gripais leves ou assintomáticos devem buscar atendimento diretamente nas unidades básicas de saúde (UBS) e não no Hospital Regional da Asa Norte (Hran), referência no tratamento dos casos de covid-19. De acordo com recomendação publicada nesta quinta-feira (18/6) pela Secretaria de Saúde do DF (SES/DF), apenas pacientes com sintomas mais graves, como falta de ar e febre persistente, devem procurar a unidade da Asa Norte.

[SAIBAMAIS]A pasta informa que a recomendação vem dos profissionais de saúde do Hran. ;O que tem acontecido é que pacientes com sintomas leves têm ido para o hospital e, com isso, têm prolongado o tempo de espera daqueles que estão em estado grave. Às vezes apenas para fazer o teste e saber se tem covid-19, quando há outros locais para testagem, tanto por drive-thru quanto nas próprias UBSs;, informou o diretor de Atenção Secundária da Região de Saúde Central, Pedro Zancanaro, à pasta.

A ida ao hospital sem estar com a doença aumenta também os riscos de contaminação, tendo em vista que o Hran atende, exclusivamente, casos da doença. A pasta também argumenta que, quanto mais pessoas procurarem o local, mais aglomerações ocorrerão, tornando o ambiente mais propício para contrair o novo vírus.

De acordo com as informações dos profissionais e da secretaria, pacientes com sintomas de dengue, semelhantes aos da covid-19 buscaram o hospital. Por isso, a recomendação é que eles procurem as UBSs primeiro. Na unidade, caso haja uma forte suspeita de ser o novo coronavírus, o paciente será transferido para o Hran.

Ao todo, o DF possui 172 UBSs e, segundo a pasta, todas estão aptas para atender pacientes com sintomas da covid-19.

Limite

A recomendação para os brasilienses veio depois de uma série de denúncias de que o hospital estaria operando no limite da estrutura. Entre os principais motivos para a sobrecarga do sistema está o déficit de profissionais, tendo em vista que servidores estão afastados por terem sido contaminados pelo vírus.

Por meio da assessoria de comunicação da secretaria, a direção do HRAN confirma que atua na capacidade máxima de recursos humanos para o melhor atendimento aos pacientes. Contudo, esclarece, que não há falta de insumos ou EPIs na unidade.

Também informa que os gestores da unidade organizam contingenciamento de servidores de outros setores e remanejamento. "Para o enfrentamento à covid-19, a Secretaria de Saúde está reforçando as equipes que estão sofrendo baixas em decorrência de afastamentos por motivo de saúde. A pasta está finalizando a instrução processual para a realização de um processo seletivo simplificado para contratação temporária de 900 profissionais de saúde. Além disso, já tramita um processo para a realização de concurso público para as diversas áreas de saúde".

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação