Cidades

"Pensei que ele ia morrer", disse dono de cachorro esfaqueado por vizinho

Thor teve um ferimento na cabeça e está internado passando por exames

Caroline Cintra
postado em 18/06/2020 16:30
O animal saiu de casa após se soltar da coleira e se envolveu em uma briga com outro cachorroUm cachorro ficou ferido após levar uma facada na cabeça no Pôr do Sol. Thor se soltou da coleira e fugiu de casa, por volta das 22h de terça-feira (16/6). Ao se envolver em uma briga com outro cão, e latindo bastante, eles acabaram batendo no portão de um vizinho, que saiu nervoso e bateu no vira-lata com um facão.

O supervisor de atendimento e dono de Thor, Evandro da Silva, 34 anos, viu a ação do homem ao tentar chamá-lo para dentro de casa. ;Pensei que ele ia morrer. Depois da facada, ele caiu se tremendo no chão;, lembra.

Evandro conta que estava colocando a ração do cachorro, quando ele fugiu. Na rua, Thor encontrou um cão de rua e começou a brigar. Em determinado momento, os cães teriam encostado no portão de um vizinho, que saiu nervoso com o facão nas mãos. ;Ele conseguiu afastar os dois, mas depois eles voltaram a brigar de novo, foi quando ele bateu no Thor e o machucou;, relata. Segundo ele, o homem agrediu o cachorro e deu as costas.

Segundo avaliação da médica veterinária, Thor pode ter sofrido um edema cerebral, devido as pancadasQuando pegou o cachorro, Evandro viu o tamanho do corte na cabeça dele. Fraco, Thor desfalecia em alguns momentos. ;Mesmo com a cabeça aberta e cheia de sangue, dei a ração dele. Ele estava fraco e queria fazer alguma coisa;, disse o dono.

[SAIBAMAIS]Um vizinho acionou uma veterinária, que buscou o cachorro por volta da meia noite de quarta-feira (17/6). Às 2h, ele passou por uma cirurgia. De acordo com a médica veterinária Luciana Mendes, da clínica Amor de Bicho, Thor apresenta dificuldade para andar, mas não corre risco de morte. Ele segue internado e, na manhã desta quinta-feira (18/6), passou por um raio x. ;Provavelmente tenha sofrido um edema cerebral, devido às pancadas. Estamos aguardando o resultado dos exames;, disse.

Xodó

Há dois anos e meio, Evandro e a família adotaram o Thor. Eles viram um anúncio nas redes sociais de um cachorro atrás de uma parada de ônibus em Ceilândia e foram buscar. ;Queremos que ele se recupere logo e volte para casa;, declara o supervisor de atendimento. O caso foi registrado da 23; Delegacia de Polícia (P Sul).

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação