Cidades

Começa aplicação de testes para covid-19 em trabalhadores da indústria

Sesi-DF iniciou a aplicação de testes rápidos em trabalhadores do setor na segunda-feira (15/6). Mais de 10 mil testes gratuitos serão realizados nos colaboradores das empresas associadas à Fibra

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 18/06/2020 19:55
A testagem começou na segunda-feira (15/6), por funcionários de empresas associadas ao Sindicato da Indústria da Construção Civil do DF (Sinduscon-DF)O Serviço Social da Indústria do Distrito Federal (Sesi-DF) iniciou a aplicação de testes rápidos em trabalhadores da indústria para detecção da covid-19. A testagem começou na segunda-feira (15/6), por funcionários de empresas associadas ao Sindicato da Indústria da Construção Civil do DF (Sinduscon-DF). Ao todo, mais de 10 mil testes gratuitos serão realizados nos colaboradores das empresas associadas aos sindicatos filiados à Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra).
O Sinduscon-DF foi a primeira entidade a assinar a parceria com o Sesi-DF para que empresas do setor participem do projeto piloto %2b Diagnóstico. A primeira empresa da construção civil atendida foi a Supera Engenharia. Antes do teste, os funcionários respondem a um questionário que reúne dados sobre viagens recentes, contato com pessoas contaminadas, sintomas, medicações e doenças preexistentes.
"A parceria é muito importante para o setor, pois atende a uma demanda das empresas associadas e presta um serviço à sociedade, já que a partir da testagem de uma amostra poderemos ter uma percepção de como está o contágio entre os trabalhadores", diz o presidente do Sinduscon-DF, Dionyzio Klavdianos.
Os testes são do tipo IgM/IgG e detectam se o paciente teve ou não contato com o vírus por meio da resposta imune na formação de anticorpos

Tipo de teste

Os testes são do tipo IgM/IgG e detectam se o paciente teve ou não contato com o vírus por meio da resposta imune na formação de anticorpos. Uma amostra de sangue é coletada do dedo do trabalhador e transferida para uma fita de testagem. Depois de pronto, o resultado é encaminhado automaticamente a ele, por e-mail ou mensagem de texto de celular, em até 30 minutos.

No DF, o programa Diagnóstico é uma adaptação de protocolos criados pelo Departamento Nacional do Sesi à realidade local. A testagem é uma das ações que integram o acompanhamento. As empresas recebem relatórios com informações gerais dos testes, permitindo ações de suporte aos empregados e o planejamento.
;No projeto Diagnóstico, temos expectativa de atender 30% do efetivo total de cada empresa participante. Vamos testar as mesmas pessoas quinzenalmente nos dois primeiros meses e uma vez a partir do terceiro mês, até dezembro. Em média, serão 8 testes por pessoa;, explica a gerente de Saúde e Segurança na Indústria do Sesi-DF, Fabiana Mouzinho.

As indústrias que não tiverem em seu quadro área responsável por monitorar casos suspeitos e positivos, podem contratar a assessoria do Sesi-DF, que fará o levantamento dos casos e o monitoramento dos trabalhadores para acompanhar o estado de saúde deles.
Aqueles que tiverem o teste positivo para a covid-19 serão acompanhados e orientados a distância. O serviço de teleatendimento do Sesi-DF continuará a acompanhar o caso para avaliar as condições do trabalhador de retorno às atividades e orientar a empresa.
Sesi-DF iniciou a aplicação de testes rápidos em trabalhadores do setor na segunda-feira (15/6). Mais de 10 mil testes gratuitos serão realizados nos colaboradores das empresas associadas à Fibra



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação