Cidades

Forças de segurança e órgãos do GDF acompanham protestos do fim de semana

Pelo menos um ato organizado por apoiadores do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), está marcado para domingo (21/6). Forças de seguranças estarão no local

Walder Galvão
postado em 19/06/2020 18:13
Forças de segurança do Distrito Federal garantem promover segurança 24h por dia na Esplanada dos MinistériosAs forças de segurança do Distrito Federal se mobilizam para acompanhar manifestações previstas para o fim de semana. Pelo menos um ato organizado por apoiadores do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), está marcado para domingo (21/6).
Por meio de nota oficial, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que as forças de segurança da capital ;continuarão a fazer vigilância e a segurança da Esplanada dos Ministério 24h por dia;.
De acordo com o texto emitido pela pasta, a atuação será feita de forma conjunta com outros órgãos do GDF. Entretanto, a SSP não informou se haverá interdição de vias ou controle da entrada de transeuntes na Esplanada dos Ministérios.
Conforme o Correio apurou, há um ofício encaminhado à Subsecretaria de Operações Integradas (Sopi) informando sobre a manifestação de domingo. O ato, batizado de Juntos pelo Brasil, está previsto para ocorrer entre 10h e 16h.
[SAIBAMAIS]Nas redes sociais, apoiadores do presidente convocam mais participantes de outras unidades da Federação para integrar a manifestação. ;Todos os Estados do Brasil com destino à Brasília. O povo brasileiro precisa mostrar sua força e união", diz um dos convites postados em uma página do Facebook.

Esplanada fechada

No último fim de semana, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), decretou o fechamento da Esplanada dos Ministérios no domingo (13/6). A determinação levava em consideração as aglomerações que ocorrem semanalmente durante as manifestações celebradas no espaço, inclusive dos atos antidemocráticos. Esta semana, o emedebista mandou fechar novamente a Esplanada, devido a ameaças de grupos antidemocráticos.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação