Cidades

Polícia prende casal que planejou assassinato de irmãos por vingança

A mulher arquitetou o crime com o namorado, que matou uma das vítimas. A outra conseguiu fugir em meio ao ataque

Sarah Peres
postado em 19/06/2020 20:38
O suspeito cometeu o crime em 26 de abrilAgentes da 26; Delegacia de Polícia (Samambaia Norte) prenderam o suspeito de um duplo homicídio, tentado e consumado. O crime ocorreu em 26 de abril, quando o acusado matou um adolescente de 16 anos e tentou assassinar o irmão dele em frente a uma distribuidora da região.

Ocrime foi flagrado por câmeras de segurança da área. Nas imagens, é possível ver as vítimas em frente ao estabelecimento, acompanhadas de duas jovens. O suspeito surge, de máscara de proteção e boné, e realiza a abordagem. Ele manda o grupo virar de costas e, então, se aproxima.

Após alguns segundos, o acusado tira a arma de fogo do bolso do casaco e executa o adolescente. Em seguida, mira o irmão dele, que começa a correr. O criminoso começa a disparar, mas não consegue executá-lo. A vítima sobrevivente chega a cair na pista, mas foge. As garotas que acompanhava os irmãos fogem assim que o suspeito passa a seguir o sobrevivente.

Segundo a investigação da unidade policial, identificou-se que o crime foi motivado por vingança. ;Apuramos que o acusado atuou com uma mentora, a namorada dele. A mulher decidiu planejar os assassinatos por acreditar que os irmãos tinham matado um sobrinho dela, no entanto, não há nenhuma informação que confirme essa versão;, explica o delegado Eduardo Dipo Escanhoela, adjunto da 26; DP.

;A dupla planejou o ataque em duas partes. A primeira era a execução e, a segunda, produzir falsos álibis e, assim, alterar provas e características físicas. O objetivo era se livrar da responsabilização criminal. Dada a complexidade e sensibilidade da investigação, todo o processo foi sigiloso, para evitar que o caso fosse prejudicado;, acrescenta o investigador.

Apesar dos esforços dos suspeitos em dificultar a apuração do caso, comprovou-se a autoria do crime. Com as provas, a Justiça concedeu um mandado de prisão temporária contra a dupla, na última quarta-feira (17).

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação