Cidades

Covid-19: servidores do Hospital de Samambaia atendidos por telemedicina

A iniciativa reduz o fluxo dos servidores com suspeita da covid-19 nas dependências da unidade

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 24/06/2020 10:00
 (foto: Foto: Divulgação/Secretaria de Saúde)
(foto: Foto: Divulgação/Secretaria de Saúde)
Uma tenda foi instalada no estacionamento interno da unidade para que os servidores sejam testados.O Hospital Regional de Samambaia (HRSam) criou um canal de telemedicina para atender os servidores e terceirizados, com sintomas gripais ou do coronavírus. A medida reduz o trânsito de funcionários possivelmente infectados pelo novo coronavírus nas dependências da unidade, reduzindo o índice de transmissão do vírus para outros profissionais e pacientes que aguardam atendimentos, exames, cirurgias e acompanhantes. Além disso, uma tenda foi instalada no estacionamento interno da unidade para que os servidores sejam testados.
Durante o acolhimento, se o servidor apresentar sintomas agravados, ele será encaminhado imediatamente para atendimento médico no pronto-socorro.O teleatendimento funciona desde 8 de junho e, até o momento, já atendeu 35 profissionais e testou 11. Todos os testes foram positivos para o coronavírus. Ao ser testado positivo para o vírus, o trabalhador é afastado por 14 dias para cumprir a quarentena. Se não, volta imediatamente ao trabalho. Os testes na tenda ocorrem às segundas, quartas e sextas.

O chefe do Núcleo de Controle de Infecção Hospitalar do HRSam, Danilo Saigg, lembra que o servidor com sintomas da covid-19 será acolhido e, apresentando sintomas leves, deverá ir para casa e aguardar atendimento por videochamada. ;Temos um médico exclusivo para fazer esse atendimento e avaliar o profissional. Durante a avaliação, se o médico considera necessário fazer o teste, o servidor é encaminhado para a tenda e fará o exame, seja o teste rápido, ou com coleta de swab nasal;, explica.

Medidas similares


Nesta semana, o Hospital Regional de Ceilândia também adotou um novo fluxo para o atendimento na Emergência com objetivo de reduzir o tempo de espera. Lá, os servidores que estão com suspeita de infecção pelo coronavírus e com sintomas leves recebem atendimento em um ambulatório exclusivo. Desta forma, o PS atenderá somente a população com suspeita da covid-19 e servidores com sintomas graves.

[SAIBAMAIS]Já no Hospital Regional de Sobradinho, a alteração foi nos locais de funcionamento das emergências adulta e pediátrica. Os atendimentos para os dois públicos ocorriam no mesmo espaço. Agora, clínica médica e pediatria funcionam em locais diferentes visando a segurança das crianças que precisam de atendimento emergencial.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação