Cidades

Covid-19: DF contabiliza mais nove mortes; total chega a 440

A Secretaria de Saúde também registrou 600 novos diagnósticos positivos da doença e o número de infectados chega a 35.968

Sarah Peres
postado em 24/06/2020 13:13
 (foto:  Minervino Júnior/CB/D.A Press)
(foto: Minervino Júnior/CB/D.A Press)
Ceilândia continua à frente em número de casos de covid-19A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) contabilizou mais nove mortes pela covid-19 nesta quarta-feira (24/6) e 440 pessoas já perderam a vida para a doença. Contando com os 46 óbitos de moradores de outros estados da Federação, esse número salta para 486 casos. Os dados foram divulgados pela pasta no início da tarde.

[VIDEO1]O levantamento da Saúde também mostra que ocorreram 600 novos diagnósticos positivos do coronavírus, totalizando 35.968 contaminados. Desses, 39 estão com quadro de saúde considerado grave e 79 têm infecções moderadas. Em decorrência do aumento dos casos, a ocupação dos leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) da rede pública é de 73,26%. Na iniciativa, privada a taxa é de 86,30%.

Quanto ao perfil dos pacientes, 51,1% são mulheres, com 18.385 testes positivos de covid-19. Homens representam 48,9% dos casos (17.583). A faixa etária com maior número de infectados é de pessoas entre 30 e 39 anos, com 9,89 mil doentes. Depois está o grupo com idades entre 40 e 49 anos (8,12 mil) e, por fim, jovens entre 20 e 29 anos (6,65 mil).


Casos por região administrativa


Ceilândia é a região administrativa do DF com maior número de casos de doentes, assim como de óbitos contabilizados pela Secretaria de Saúde. Até a tarde desta quarta-feira (24), 4.819 pessoas foram diagnosticadas com a covid-19 e, dos 440 mortos, 97 eram moradores do local.

Em relação ao número de doentes, a segunda região com mais registros de contaminados é o Plano Piloto, com 2.656 casos. Taguatinga aparece em terceira posição, com 2.598 infectados. Depois está Samambaia, em quarto lugar, com 2.303 testes positivos.

[SAIBAMAIS]Em relação aos óbitos, essas posições se invertem: em segundo está Samambaia, com 43 vítimas. Em seguida, os dados da Saúde apontam Taguatinga, com 41 mortos e, então, o Plano Piloto, com 26.



--

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação