Publicidade

Correio Braziliense

Mortes por covid-19 chegam a 567 no DF; casos confirmados passam de 50 mil

Boletim com atualizações divulgado pela Secretaria de Saúde leva em conta os casos registrados até as 18h desta quarta-feira (1º/7)


postado em 01/07/2020 18:58 / atualizado em 01/07/2020 20:37

(foto: AFP/NICOLAS ASFOURI)
(foto: AFP/NICOLAS ASFOURI)
O número de mortes provocadas pela covid-19 no Distrito Federal subiu para 567 nesta quarta-feira (1º/7). O total de casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus chegou a 50.676 (1.458 a mais que no dia anterior). Os dados fazem parte do boletim divulgado pela Secretaria de Saúde (SES-DF) diariamente, com os registros computados até as 18h.

Entre os pacientes que não resistiram às complicações da doença, 48 vieram de municípios goianos do Entorno, dois do Rio de Janeiro, um do Amapá, um da Bahia e um de Tocantins, totalizando 620 vítimas. Entre os mais de 50 mil infectados, 39.714 (78%) se recuperaram.

Atualmente, as mulheres respondem pela maioria dos infectados: 51,7% do total. No entanto, os homens são os que mais morrem (59%). O DF registrou casos entre pacientes de 0 a 104 anos, com prevalência maior entre pessoas de 30 a 39 anos.

As três maiores taxas de incidência (casos por grupo de 100 mil habitantes) concentram-se nas seguintes cidades: Paranoá, Sobradinho 1 e no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA).

Ceilândia e Taguatinga, porém, somam a maior quantidade de casos e mortes. Apesar de o Plano Piloto estar em terceiro lugar em relação ao número de notificações confirmadas, Samambaia ocupa essa posição quando o total de mortes é considerado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade