Publicidade

Correio Braziliense

Vídeo: idoso é agredido após pedir a cliente o uso de máscara de proteção

A vítima, de 75 anos, foi jogada no chão pelo suspeito e acabou quebrando o fêmur


postado em 02/07/2020 14:32 / atualizado em 02/07/2020 15:35

O idoso foi jogado no chão e quebrou o fêmur(foto: Reprodução)
O idoso foi jogado no chão e quebrou o fêmur (foto: Reprodução)
Um idoso de 75 anos foi agredido por um cliente após pedir que ele usasse máscara de proteção dentro do comércio. O caso ocorreu no último domingo (28/6), no bairro São João, no município goiano de Catalão, distante cerca de 600 km de Brasília. A vítima, identificada como Sebastião Clemente da Silva, quebrou o fêmur ao ser atacada e, por isso, precisou passar por cirurgia, na terça-feira (30).

De acordo com a investigação da Polícia Civil de Goiás, Sebastião estava trabalhando no comércio dele, um bar, quando um grupo chegou. Por ser do grupo de risco da covid-19, o idoso impediu que eles entrassem no estabelecimento sem que a máscara de proteção. 

O grupo, formado por homens e mulheres, insistiram para entrar, mas Sebastião informou que a entrada só poderia ser autorizada mediante o uso do equipamento de proteção. Ao retornar ao balcão, o suspeito ingressou no bar. Ele vestia calça, camiseta azul turquesa e boné de cor escura. É possível ver, pelas imagens das câmera de proteção, que o acusado começa a falar com a vítima. 

Após alguns momentos conversando, o agressor começa a caminhar para a saída do estabelecimento, sendo seguido por Sebastião. Então, o homem se vira e empurra o idoso violentamente no chão. A filmagem mostra que a vítima tenta se levantar, mas não consegue. Assustado, o dono do bar tenta se afastar, se movendo no chão (veja o vídeo abaixo). 
 
 
 
O suspeito da agressão deixou o comércio logo depois do crime, sendo acompanhado pelos demais integrantes do grupo. Ele ainda não foi identificado e, portanto, a Polícia Civil pede que quem tiver informações sobre o acusado, faça denúncias anônimas pelo 197.

Sebastião foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros no chão do bar, pois não conseguiu se levantar por causa da forte dor que sentia. Ele estava consciente. Na última terça-feira (30/6), o idoso passou por cirurgia no Hospital São Nicolau e não corre risco de morte.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade