Cidades

MPDFT pede fiscalização rigorosa das atividades dos clubes de futebol do DF

Documento foi enviado, nesta quarta-feira (1/7), às Secretarias de Esporte e Lazer e de Proteção da Ordem Urbanística do Distrito Federal

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 03/07/2020 11:18
 (foto: Carlos Vieira/CB/D.A. Press)
(foto: Carlos Vieira/CB/D.A. Press)
As secretarias têm o prazo de cinco dias para enviar medidas adotadas ao Ministério Público do DFO Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) recomendou a fiscalização rigorosa da volta das atividades esportivas pelos clubes de futebol do Distrito Federal. O documento foi enviado às Secretarias de Esporte e Lazer e de Proteção da Ordem Urbanística do Distrito Federal, nesta quarta-feira (1/6). As secretarias têm o prazo de cinco dias para encaminhar ao Ministério Público do DF as providências concretas adotadas para o cumprimento da recomendação.
Os clubes deverão atender integralmente aos protocolos de segurança estabelecidos pelas entidades de saúde e dispostos no Decreto n; 40.923, de 26 de junho. Caso seja verificado que os cuidados não estão sendo adotados, devem ser aplicadas sanções pelos órgãos competentes.
Segundo o MPDFT, o objetivo é a proteção individual e coletiva das pessoas envolvidas, a fim de evitar a disseminação da covid-19. ;A supremacia da vida está acima de todos os princípios que regem os demais valores. É imprenscindível a necessidade de preservar a vida de atletas, comissão técnica, arbitragem, imprensa e demais profissionais envolvidos na realização dos jogos, além de evitar possíveis aglomerações de torcedores pelas arenas, em face do potencial risco de disseminação do novo coronavírus;, declarou o coordenador da força-tarefa, José Eduardo Sabo, que também é integrante da Comissão de Combate à Violência nos Estádios de Futebol do MPDFT.
Em maio, o Governo do Distrito Federal proibiu eventos de qualquer natureza, como campeonatos de todas as modalidades esportivas, inclusive os treinamentos futebolísticos. Em vistorias, o MPDFT constatou que dois clubes de futebol do DF estavam treinando no período em que as atividades estavam suspensas e já havia pedido a atuação das secretarias diante do flagrante descumprimento para a aplicação de sanções.
*Com informações do MPDFT

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação