Cidades

Velório de Amy Reisman será nesta segunda-feira na Mansão dos Arcos

A família pede para que todos usem máscaras de proteção, item de uso obrigatório no Distrito Federal

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 04/07/2020 16:00
A família pede para que todos usem máscaras de proteção, item de uso obrigatório no Distrito FederalTristeza não fazia parte do repertório do empresário Amnon Josef Reisman, mais conhecido por Amy. Por isso, familiares pedem para que, na despedida do israelense com coração brasiliense, as pessoas usem branco ou cores alegres.

O velório de Amy será na segunda-feira (6/7) das 11h30 às 14h na Mansão dos Arcos, no Park Way. A família também pede para que todos usem máscaras de proteção, item de uso obrigatório no Distrito Federal.
A família pede para que todos usem máscaras de proteção, item de uso obrigatório no Distrito Federal

Acidente

Aos 70 anos, o empresário faleceu nesta sexta-feira (3/7). Ele não resistiu aos traumas de uma queda da escada do prédio onde estava em Balneário Camboriú (SC).

Amy saiu para ir ao mercado e, ao retornar para o apartamento, foi surpreendido pela tempestade provocada pelo ciclone bomba que atingiu o sul do país. "Tinha acabado a luz do prédio e ele optou por usar as escadas, carregando as compras nas mãos. Assumimos que ele caiu e bateu a cabeça. Ficou ali algum tempo até que o acharam pelas câmeras", contou, ao Correio, o sobreinho Rafael Reisman. O empresário chegou a ser socorrido e transferido para um hospital, contudo, não resistiu as graves lesões provocadaas pela queda.
Em Brasília, Amy foi um dos primeiro sócios do Iate Clube de Brasília, na década de 1970. Além de inúmeros amigos e dos familiares, o empresário construiu um legado ao lado do pai. Durante anos, manteve uma casa de carnes nobres na 103 Sul. "Com certeza, é uma perda para a cidade", comentou Rafael.

Amy deixa três filhos e quatro netos, e uma legião de amigos que estão desconsolados, não imaginavam perdê-lo nesta situação. Nas redes sociais, pessoas que conviveram com o empresário em Brasília relembraram as muitas histórias que Amy tinha com a capital, sua alegria e generosidade.
A namorada, Anna Paula Couto, postou um vídeo e escreveu: "Foram poucos anos, anos intensos. Quanto amor, companheirismo e cuidados. Você me fez tão bem. Nossas almas estarão ligadas para sempre. Não é uma despedida e sim um até breve. Nos reencontraremos. Eu te amo".

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação