Cidades

Acordo permite criação de plano de saúde para servidores do DF

O plano de saúde atenderá aos mais de 170 mil servidores do Governo do Distrito Federal, entre ativos e inativos e comissionados, além de dependentes

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 07/07/2020 16:51
 (foto: Agência Brasília/Divulgação)
(foto: Agência Brasília/Divulgação)
O plano de saúde atenderá aos mais de 170 mil servidores do Governo do Distrito Federal, entre ativos e inativos e comissionados, além de dependentesAcordo de cooperação técnica assinado nesta terça-feira (7/7) permitirá a criação de plano de saúde para servidores do DF. O convênio médico atenderá aos mais de 170 mil servidores do Governo do Distrito Federal, entre ativos e inativos e comissionados.
O acordo, assinado entre o Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores do Distrito Federal (Inas) e o Banco de Brasília, atende a antiga reivindicação dos servidores públicos. O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), estava presente à cerimônia de assinatura.

Intitulado Saúde-DF, o plano cobrirá ainda despesas médicas dos dependentes. Com isso, o total de vidas cobertas pelo convênio chegará a 400 mil. O BRB Saúde ; que faz parte da holding do Banco de Brasília ; oferecerá sua expertise em operação de plano de saúde. O banco gere o seu próprio plano e possui uma carteira de 15 mil vidas.

O BRB Saúde disponibilizará para o Inas todo o sistema operacional de informática, de telefonia e de rede de atendimento. ;Temos uma grande oportunidade de dar uma condição de saúde para o servidor do Distrito Federal. A gente vai trazer a expertise da BRB Saúde desenvolvida no plano de saúde dos servidores do BRB e passa a oferecer essa mesma qualidade aos servidores do Distrito Federal;, frisa o presidente do BRB, Paulo Henrique Rodrigues, um dos signatários do acordo.

O BRB Saúde emprestará ainda a carteira de hospitais e clínicas conveniadas. A relação será transferida automaticamente ao Saúde-DF. ;A partir dessa junção de forças, vamos reduzir os custos e fazer com que o plano custe bem abaixo do mercado;, acrescentou Paulo Henrique.

Credenciamento de hospitais e clínicas

O Inas também lançará edital para credenciamento dos hospitais e clínicas que farão parte do Saúde-DF. ;Já temos os preços e ainda continuamos a negociar com todos os hospitais de grande porte;, disse o presidente do instituto, Ney Ferraz Júnior.

O secretário de Economia, André Clemente, destacou que a medida trará tranquilidade, "garantindo o atendimento à saúde de qualidade". "Além disso, vai desafogar o sistema de Saúde do DF, levando essa parcela da população aos hospitais privados", completou.
Com informações da Agência Brasília

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação