Cidades

Ibaneis garante que DF está equipado para reabertura e descarta lockdown

"Minhas decisões, desde o fechamento, foram tomadas a partir de estudos técnicos embasados com dados muito precisos. É por este motivo que eu posso garantir que a hora de começar a voltar à normalidade é esta", garantiu o governador

José Carlos Vieira
postado em 07/07/2020 22:01
 (foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
Ibaneis Rocha"Ainda há problemas, mas o Distrito Federal está devidamente equipado para fazer a reabertura das atividades como estamos fazendo, com todos os cuidados e muita responsabilidade", afirmou o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), em entrevista ao Correio. Na avaliação dele, a capital federal está preparada para enfrentar a pior fase da pandemia de covid-19.
O chefe do Buriti destacou ainda que "ninguém que procurou a rede hospitalar com a covid-19 ficou sem tratamento no Distrito Federal". A preparação dos últimos meses, segundo o governador, por meio de conscientização para o uso de máscaras, higienização adequada das mãos e cumprimento de medidas de isolamento social era justamente para preparar a capital federal para a fase aguda da pandemia, que deve ser alcançada nos próximos dias, segundo estima o governo.
"Tudo foi feito com muita responsabilidade, ampliamos muito a capacidade de tratamento da rede pública, contratamos médicos, enfermeiros e técnicos e este trabalho continua: Ceilândia está ganhando dois hospitais que vão continuar funcionando depois da pandemia, incluindo um materno-infantil; estamos modernizando os processos da Secretaria de Saúde e oferecendo tratamento para todos", garantiu.
O governador defende ainda que não haverá necessidade de fechamento geral, o chamado lockdown. "Minhas decisões ; desde o fechamento ; foram tomadas a partir de estudos técnicos embasados com dados muito precisos. É por este motivo que eu posso garantir que a hora de começar a voltar à normalidade é esta", destacou.
Para Ibaneis, o esforço envidado na conscientização da populaçaõ funcionou. "Todo cidadão já está ciente do que tem de fazer para se proteger, porque ao governo cabe oferecer as condições de tratamento, mas a preservação da vida deve ser de cada um", observou. Ainda assim, ele reforçou que todos os setores autorizados a reabrir estão adotando protocolos de segurança. "Se cada um fizer a sua parte, com responsabilidade, a transição vai ser tranquila."

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação