Cidades

Plano de saúde do GDF inclui familiares, comissionados e inativos

Acordo assinado entre o Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores do Distrito Federal (Inas) e o Banco de Brasília (BRB) atende a antiga reivindicação do funcionalismo público local. Plano cobrirá, também, despesas médicas de dependentes

Darcianne Diogo
postado em 08/07/2020 06:00
 (foto: WhatsApp/CB/D.A Press)
(foto: WhatsApp/CB/D.A Press)
O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), estava presente, ontem, à cerimônia de assinatura do acordo entre Inas e BRBUm acordo entre o Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores do Distrito Federal (Inas) e o Banco de Brasília (BRB) propiciou a criação de um plano de saúde que será destinado a mais de 170 mil servidores do GDF. Assinado ontem, na presença do governador Ibaneis Rocha (MDB), o documento de cooperação técnica oferecerá, também, o convênio médico a funcionários inativos e comissionados. O pré-cadastro para interessados em aderir ao plano começou ontem.

O Saúde-DF incluirá despesas médicas dos dependentes dos servidores. Com isso, estima-se que o total de pessoas beneficiadas pelo convênio chegará a 400 mil. O BRB Saúde disponibilizará ao Inas o sistema operacional de informática, telefonia e rede de atendimento. ;Temos uma grande oportunidade de dar uma condição de saúde ao servidor do DF. Vamos trazer a expertise do BRB Saúde, desenvolvida no plano de saúde dos servidores do banco, e passar a oferecer essa mesma qualidade;, destacou o presidente do BRB, Paulo Henrique Rodrigues.

O Inas pretende lançar, em breve, um edital para o credenciamento dos hospitais e clínicas que integrarão o Saúde-DF. A princípio, o BRB emprestará a carteira de hospitais e de clínicas conveniadas. ;Já temos os preços e ainda continuamos a negociar com todos os hospitais de grande porte;, afirmou o presidente do Inas, Ney Ferraz Júnior.

Segundo o secretário de Economia, André Clemente, o GDF ;tomou mais uma importante decisão em benefício ao servidor público;. ;A medida trará tranquilidade, garantindo o atendimento à saúde de qualidade. Além disso, vai desafogar o sistema de saúde do DF, levando essa parcela da população aos hospitais privados;, destacou.

O debate sobre a definição de um plano de saúde aos servidores do funcionalismo local vem desde 2006 ; ano em que o Inas foi criado. O anúncio da criação do convênio médico foi feito por Ricardo Peres, ex-diretor do Inas, em entrevista ao CB.Poder, em 3 de março deste ano. Poucos dias depois, o GDF lançou um edital para contratar uma empresa responsável pela operação de um plano de saúde.

O GDF conta com mais de 102 mil servidores ativos, 175 mil dependentes, mais de 4,5 mil afastados, mais de 66 mil aposentados e pensionistas, além de mais de 3 mil que foram desligados. Os dados são da Portal da Transparência do GDF.

Pré-cadastro

O Inas disponibilizou um pré-cadastro aos servidores ativos, inativos e comissionados interessados em aderir ao novo plano de saúde. Os funcionários devem baixar o aplicativo BRB Mobile, disponível nos sistemas operacional Android e IOS. Após isso, é necessário preencher o pré-cadastro com o nome, CPF e o número de celular. A confirmação desses dados autoriza o Inas a utilizá-los na adesão, futuramente.

O Inas esclareceu que, caso o servidor não tenha acesso ao aplicativo do BRB, novos canais para o preenchimento serão disponibilizados em breve. Dúvidas ou informação devem ser encaminhadas ao e-mail contato.inas@economia.df.gov.br.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação