Cidades

Vítimas de homicídio aumentam 36% em um mês no DF

Ocorrências de roubo em comércio, latrocínio e furto também aumentaram

Samara Schwingel
postado em 08/07/2020 15:00
 (foto: Amaro Junior/CB/D.A Press)
(foto: Amaro Junior/CB/D.A Press)
Homicídios registraram nove ocorrências a mais em junhoDurante junho, o Distrito Federal registrou 36% mais homicídios que em maio. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF), foram 25 ocorrências em maio e 34 em junho.

Outros tipos de ocorrência também registraram aumento em junho quando comparados ao mês passado. Roubo em comércio teve uma alta de cerca de 21,95%. As tentativas de latrocínio (roubo seguido de morte) aumentaram 175%, sendo quatro ocorrências em maio e 11 em junho. Os furtos a transeuntes aumentaram cerca de 18%.
[SAIBAMAIS]O subsecretário de Operações Integradas (Sopi), da SSP/DF, coronel Marcio Cavalcante de Vasconcelos afirma que, apesar dos números mensais, a secretaria observa uma queda nos crimes ao longo dos anos. "A comparação precisa ser feita por trechos. O 1; semestre de 2019 e o de 2020 tiveram 14 vidas preservadas."

A SSP-DF afirma que cinco dos seis Crimes Contra o Patrimônio (CCP) monitorados pela pasta marcaram queda de 24,5%, no comparativo do primeiro semestre de 2020 e de 2019. Único tipo de crime que não apresentou redução, o roubo em residência contabilizou número igual ao do mesmo período do ano passado, de 225 ocorrências cada.

Quedas

Segundo o levantamento da secretaria, os principais crimes que tiveram queda em junho foram: roubo em residência (-34,61%), estupro (-28,8%) e roubo em transporte coletivo (-23%). Veja a íntegra do levantamento:
Ocorrências de roubo em comércio, latrocínio e furto também aumentaram

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação