Cidades

Fechamento de comércios pega brasilienses de surpresa

Decreto do GDF voltou a suspender o funcionamento de atividades consideradas não essenciais no DF

Caroline Cintra
postado em 09/07/2020 11:02
 (foto: Marcelo Ferreira: CB/D.A Press)
(foto: Marcelo Ferreira: CB/D.A Press)
Carla Santoro (à direita), 33, procurou logo cedo a academia, mas encontrou o estabelecimento fechadoMuitos brasilienses foram pegos de surpresa ao encontrarem comércios fechados na manhã desta quinta-feira (9/7). A suspensão das atividades consideradas não essenciais foi determinada na noite quarta-feira (9/7) por meio de decreto assinado pelo governador Ibaneis Rocha (MDB), que atendeu a uma decisão judicial que impede o funcionamento de alguns setores, como academias, salões de beleza, centros estéticos, barbearias e esmalterias.

Os segmentos retomaram as atividades na terça-feira (7/7) com uma série de restrições, mas uma decisão do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) determinou um novo fechamento. A nova determinação do governo se assemelha aos decreto de 20 de maio e proíbe em todo o Distrito Federal o funcionamento de parques, clubes, feiras populares (com exceção das permanentes) e a realização de cultos, missas e rituais ; a não ser quando dentro de veículos em estacionamentos.

A reportagem percorreu algumas regiões e constatou comércios com as portas fechadas. A administradora Carla Santoro, 33 anos, acordou cedo para ir à academia, na Asa Sul, mas encontrou o estabelecimento fechado. ;Soube desse decreto agora de manhã e acabei indo normalmente. Sou contra esse decreto, porque as academias estavam vazias e seguindo todas as orientações. Não devia fechar;, disse. Para não deixar de se exercitar, ela foi até o Sudoeste para caminhar no calçadão.

A servidora pública Helena Santos, 32, tinha aproveitado o dia de folga para ir ao salão de beleza, na Asa Norte. ;Quando voltou a abrir, na terça-feira, não tinha conseguido ir ainda. Ia aproveitar hoje, mas dei de cara com a porta fechada. Não culpo os donos do salão, porque não deve ter dado tempo de ligar para todo mundo, mas é chato passar por isso;, afirma.

Lockdown

No mesmo decreto, Ibaneis determinou o fechamento de atividades não essenciais em Ceilândia e Sol Nascente a partir da 0h01 de quinta-feira (9/7). O prazo das medidas, segundo o texto, é indeterminado.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação