Cidades

Centro de Dança do DF promove aulas on-line gratuitas durante pandemia

Espaço está com as atividades presenciais suspensas desde março. A primeira videoaula ocorreu em 30 de junho com o professor Gustavo Letruta

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 09/07/2020 17:20
 (foto:  Ed Alves/CB/D.A Press)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Centro de Dança promove videoaulas na quarentenaCom as atividades presenciais suspensas desde março, o Centro de Dança decidiu apostar nas videoaulas como um caminho para movimentar o corpo durante a quarentena. As aulas on-line são ofertadas gratuitamente em parceria com os professores que atuam no espaço localizado no Setor de Autarquias Norte (SAN).

O gerente do Centro de Dança, Aghatto dos Santos, explica que a ideia surgiu após perceber essa demanda para as plataformas on-line. ;Como ainda é algo novo e sabemos que muitas pessoas não estão acostumadas ao novo formato, convidamos os professores a participar. Isso ajuda a formar público para os profissionais da área no retorno aos trabalhos presenciais, quando o confinamento terminar;, pontua.

A programação, com dias e horário das aulas, está sendo divulgada no perfil do Centro de Dança no Instagram. O primeiro encontro ocorreu em 30 de junho com o professor, coreógrafo e diretor artístico Gustavo Letruta.

;Nessa aula inaugural on-line trabalhei o ;heels performance;, um estilo que dialoga com o ;street; jazz, o stiletto e ;sexy dance;;, explica Gustavo, que abordou técnicas coreográficas, passando por alongamento, condicionamento físico, coordenação motora e sequências de movimento.

Ele considera a experiência positiva e está estudando aprimoramentos. ;Ao final da aula conversei com os alunos sobre como se sentiram e veem o desafio da aula on-line. Estamos todos nos adaptando ao novo formato;, relata.

O artista, que trabalha no Centro de Dança desde 2018, conta que essa é uma relação diferente com a câmera comparada ao trabalho audiovisual, quando ele está filmando e construindo linguagens visuais.


Encontros


Para Gustavo, a parte boa é a potência de ter encontros coletivos que garantem a segurança de todos. ;Várias pessoas me relataram estarem muito paradas, e esse processo nos aproxima e nos ajuda a enfrentar a pandemia de forma criativa;, afirma.

O próximo encontro será de dança contemporânea com o professor João Gabriel Lima. Ele também atua como ator, bailarino, diretor e coreógrafo. João trabalha no Centro de Dança desde a reabertura, há três anos, e espera superar as questões técnicas do formato para melhor atender os alunos. ;A instabilidade de conexão, por exemplo, dificulta a troca de informações e estímulos sensíveis;, afirmou. Ele pretende contornar isso limitando o encontro a, no máximo, dez alunos, de modo que o tamanho da imagem lhe permita ver e orientar o aluno mais facilmente.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação