Publicidade

Correio Braziliense

Suspeito de cometer o primeiro homicídio do ano é preso pela PCDF

O acusado matou o atual namorado de uma ex-companheira, motivado por ciúmes. Caso ocorreu na Quadra 1 no Setor Oeste da Cidade Estrutural, em 1º de janeiro


postado em 11/07/2020 13:50 / atualizado em 11/07/2020 13:59

(foto: Reprodução/Google Maps)
(foto: Reprodução/Google Maps)
A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu um homem de 25 anos, acusado de cometer o primeiro homicídio registrado neste ano. O caso ocorreu por volta das 9h de 1º de janeiro, no Conjunto 5 da Quadra 1 no Setor Oeste da Cidade Estrutural. Motivado por ciúmes, o suspeito executou a tiros o então namorado de uma ex-companheira, com a ajuda de outros dois comparsas. Um deles está detido. A 8ª Delegacia de Polícia (SIA) trabalha para identificar o terceiro envolvido.
 
O acusado, identificado apenas como R.Q.R., foi detido preventivamente na noite de sexta-feira (10/7), por meio de operação, que teve apoio da Coordenação de Repressão às Drogas (Cord). Ele estava em uma oficina mecânia na Cidade do Automóvel e foi encaminhado para o Departamento de Controle e Custódia de Presos (DCCP), antes de ser transferido para o Complexo Penitenciário da Papuda. 
 
Segundo o delegado Rodrigo Bonach, chefe da 8ªDP, na noite de réveillon, o suspeito estava acompanhado da então namorada, na festa na Esplanada dos Ministérios, quando ocorreu uma discussão. O casal brigou e acabou se separando por ciúmes, pois o acusado acreditava que a mulher estava interessada na vítima. 
 
"O criminoso, então, seguiu para a residência da ex-companheira. No local, passou a ligar inúmeras vezes para a mulher, ameaçando-a de morte, assim como as filhas dela — que estavam com o acusado. Pela manhã, a ex-namorada retornou em companhia do outro homem, e de mais uma amiga. Nesse momento, foi agredida fisicamente", explica.
 
O acusado, inconformado com o término, agrediu a mulher. O outro homem tentou intervir e foi ameaçado. O suspeito acabou expulso da residência, mas retornou, poucas horas depois, acompanhado de dois comparsas. Ali, ele executou o homem, que dormia. 
 
Câmeras de segurança da região filmaram parte da ação. As imagens auxiliaram na identificação de parte dos suspeitos. "O primeiro envolvido foi preso entre o fim de janeiro e fevereiro, e confessou o crime e a motivação. Desse modo, conseguimos chegar até o principal autor desse homicídio, que fugiu do Distrito Federal. Mas, nos últimos dias, recebemos a informação de que ele havia retornado e, então, efetuamos a prisão", esclarece Rodrigo Bonach. 
 
O acusado já tinha passagens por embriaguez ao volante e lesão corporal, este último delito cometido no contexto de violência doméstica. Ainda de acordo com o delegado, a investigação do caso prossegue, pois o terceiro envolvido não foi identificado. Quem tiver informações sobre o possível suspeito, pode denunciar anonimamente pelo 197 ou por qualquer outro canal de comunicação da PCDF. 

Denuncie

Telefones: 197 ou (61) 98626-1197 (WhatsApp)
E-mail: denuncia197@pcdf.df.gov.br
Denúncia Online: https://www.pcdf.df.gov.br/servicos/197 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade