Cidades

Grita geral

postado em 13/07/2020 04:06
Águas Claras
Apoio psicológico

A estudante Marta Mendes, 18 anos, moradora de Águas Claras, reclamou que não consegue encontrar apoio psicológico, por telefone, na rede pública de saúde. ;Apesar da flexibilização do comércio, ainda estamos numa pandemia. Eu mesma estou em casa desde o ínicio, praticamente não sai, até mesmo porque pessoas do grupo de risco moram comigo. Como estou tanto tempo em quarentena, meu emocional está meio bagunçado. Seria bom ter um apoio psicológico neste momento, mas sem precisar sair da minha residência;, aponta.
  • A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF) informou que está desenvolvendo um projeto de atendimento a distância para os pacientes que já são acompanhados nos serviços de saúde mental e para novos pacientes. A pasta destaca que os serviços ambulatoriais, os centros de atenção psicossocial e de emergência (Hospital São Vicente de Paulo) continuam funcionando normalmente, alguns realizando atendimentos por telefone ou por outras tecnologias. A SES/DF salientou que o DF é pioneiro no serviço do Núcleo de Saúde Mental do Samu. Em casos de crise, o paciente pode entrar em contato com o Samu, que receberá o atendimento do serviço de apoio psicossocial.


Sol Nascente
Buracos na pista

O auxiliar de serviços gerais Robson Souza, 24 anos, reclamou que na QNP 29, no Sol Nascente, há muitos buracos. ;Para os motociclistas passarem nesse trecho, é preciso ter muita habilidade. É quase que um rally, com tantos buracos;, diz. ;O pior é que já passei de carro e o pneu furou por conta de um cascalho dentro do buraco. Para complicar a situação, estava de noite;, conta.
  • A Secretaria de Obras do DF informou que, por razões técnico-jurídicas, os contratos referentes à revitalização do trecho 2 (local citado pelo reclamante) precisaram ser rescindidos. No momento, a pasta está finalizando o levantamento do que falta ser revitalizado, e uma nova licitação, contemplando toda a região, está em andamento. A meta do Governo do Distrito Federal (GDF) é que a retomada das obras do trecho 2 aconteça no segundo semestre deste ano, com previsão de término para o fim de 2022. A revitalização dos trechos 1 e 3 só deve ser retomada em 2021, uma vez que o projeto original precisa ser atualizado.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação