Cidades

Homem que levou tiro após agredir companheira está em estado grave

O caso ocorreu no domingo (13/7), em Águas Claras. O microempresário tentou pegar a arma de um dos policiais durante a prisão e, por isso, acabou levando um tiro na perna

Sarah Peres
postado em 13/07/2020 14:16
O caso ocorreu em Águas Claras e as agressões foram registradas por câmera de segurançaO morador de Águas Claras que levou um tiro após reagir a prisão por violência doméstica está internado em estado grave no Hospital de Base. O microempresário, de 35 anos, é acusado de agredir a companheira, de 32, no domingo (12/7). O caso é investigado pela 21; Delegacia de Polícia (Taguatinga Sul).

Segundo informações da investigação, o casal teve uma discussão após ingerir bebidas alcoólicas. Em meio à briga, o suspeito agrediu a vítima e chegou a usar o cabo de uma faca para bater nela. As violências ocorreram no elevador do edifício e na residência do casal. O crime foi denunciado por um policial civil, morador do condomínio, que acionou a corporação.

Quando agentes da 21;DP chegaram no apartamento do casal, o microempresário se mostrou alterado e agressivo. Ele ameaçou os policiais com uma faca e tentou pegar a arma de fogo de um deles. Em razão do risco, um dos servidores da segurança disparou contra a perna do agressor.

Enquanto a equipe do Corpo de Bombeiros não chegava ao local, os policiais realizaram um torniquete para evitar que o microempresário perdesse mais sangue. Posteriormente, ele foi encaminhado para o Hospital de Base. Equipe da 21;DP requisitou imagens das câmeras de segurança do prédio e comprovou as agressões realizadas contra a companheira do suspeito.

Os agentes realizaram exames no Instituto de Medicina Legal (IML) e, tanto o apartamento, quanto a arma utilizada para disparar no acusado passaram por perícia do Instituto de Criminalística (IC). Os dois departamentos integram a Polícia Civil do Distrito Federal. Os laudos devem ficar prontos em 30 dias. A 21;DP continua apurando o caso.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação