Cidades

Cobras resgatadas pelo Ibama estão debilitadas e com lesões

As cobras são albinas e estão com lesões. Elas foram resgatadas pelo Ibama junto com outras quatro serpentes

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 13/07/2020 15:36
Animais chegaram ao zoológico nesta segunda-feira (13) e receberam tratamento médicoDuas das cobras resgatadas pelo Ibama em ação conjunta com a Polícia Civil na última sexta-feira (10/7) estão debilitadas e com lesões visíveis. As serpentes são da espécie Píton-Indiana e são albinas. Elas chegaram nesta segunda-feira (13/7) ao Zoológico de Brasília, junto com outras quatro serpentes recuperadas na operação policial da semana passada.

A equipe de veterinários do local realizou um checkup nas seis cobras na manhã desta segunda e as duas pítons, que estão mais debilitadas foram encaminhadas para tratamento no Hospital Veterinário do Zoológico. Nenhuma das seis cobras é peçonhenta.
[SAIBAMAIS]O biológo Flávio Terassini explica que apenas a Jiboia-arco-íris é nativa do Brasil. As demais são exóticas, de outras regiões do mundo. ;Todas as três são parentes da sucuri, não possuem veneno, mas matam por constricção, esmagando. As Pytons podem atingir até seis metros. Já a arco-íris não chega a tanto, tendo por volta de dois metros.;
O Zoológico de Brasília já recebeu 13 espécies distintas de serpentes advindas de apreensões ou entregas voluntárias, desde o recente episódio onde uma naja picou seu dono, um jovem estudante de medicina veterinária.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação