Cidades

Bares e restaurantes se preparam para reabertura após 116 dias

Estabelecimentos podem abrir as portas para atender clientes nos locais a partir de quarta-feira (15/7)

Alan Rios
postado em 14/07/2020 10:43
Estabelecimentos retornam com um Bares, restaurantes, lanchonetes, lojas de conveniência e afins podem reabrir as portas e receber clientes a partir desta quarta-feira (15/7). A decisão suspende o Decreto n; 40.539, de 19 de março, que proibiu as atividades dentro desses estabelecimentos, permitindo apenas serviços de entrega e retirada.

Ao todo, foram 116 dias de portas fechadas. Para o retorno, o comércio deve seguir uma série de protocolos impostos pelo governo, como uso de máscaras por funcionários e clientes, a manutenção e limpeza de filtros de ar-condicionado, a garantia de distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas e aferição de temperatura corporal durante o expediente.
De acordo com o Sindicato do Comércio Varejista (Sindvarejista), a crise econômica provocada pela pandemia do novo coronavírus deixou pelo menos 85 mil pessoas desempregadas no Distrito Federal.

Shoppings estão entre os setores que comemoram a reabertura dos estabelecimentos alimentícios, pois podem, a partir de amanhã, liberar as mesas da praça de alimentação para clientes. ;Os shoppings amargaram queda de 80% nas vendas durante a quarentena e agora apostam no dia dos pais, em 9 de agosto, para reduzir os prejuízos;, informou o Sindvarejista, em nota.

A reabertura só não atinge, até então, as Regiões Administrativas de Ceilândia e Sol Nascente. Nesses locais, continuam permitidos apenas comércios essenciais, sendo liberada a venda por entrega e retirada em restaurantes e lanchonetes.

O governador Ibaneis Rocha (MDB) sinalizou ainda que que o DF pode voltar a contar com medidas mais rígidas de isolamento social, com novos fechamentos. ;Não tenho problema em usar a caneta e fechar tudo de novo;, comentou em entrevista à TV Record nesta terça-feira (14/7).

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação