Cidades

Covid-19: sindicato quer testagem de todos os rodoviários; oito morreram

Até agora, foi confirmado que 52 trabalhadores da categoria estão com coronavírus. Diretor do sindicato morreu vítima da covid-19

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 20/07/2020 19:55
Justiça derrubou decisão que obrigava planos de saúde a fazer exame em assintomáticos, o que interrompeu a testagem dos rodoviáriosO Sindicato dos Rodoviários do DF (Sittrater-DF) quer que todos os motoristas e cobradores de ônibus sejam testados para o novo coronavírus. Até agora, apenas 207 trabalhadores foram examinados pela Secretaria de Saúde (SES) e outros 100 fizeram o teste pelo plano de saúde. Ao todo, 52 rodoviários estão infectados.

;A nossa preocupação é constante. A gente vem cobrando do governo para fazer a testagem em 100% da categoria. Oito trabalhadores já morreram por causa do coronavírus, entre eles o nosso diretor, Jair Reis;, contou João Jesus, vice-presidente do Sittrater.

Os testes feitos pela SES aconteceram nos dias 1; e 2 de julho. Na ocasião, foi descoberto que 45 funcionários tiveram resultado positivo para covid-19. ;Pode ter gente trabalhando que está contaminado e não sabe. Estávamos fazendo testes nos hospitais particulares, mas uma decisão judicial desobrigou os hospitais a fazer a testagem das pessoas assintomáticas;, reclamou João Jesus.

Até agora, nenhuma das empresas que presta serviços de transporte promoveu a testagem dos seus funcionários. A Viação Marechal, a Viação Pioneira, a São José e a Piracicabana afirmaram que disponibilizam máscaras para todos os seus funcionários e fazem limpeza dos ônibus pelo menos duas vezes ao dia, além de terem instalado placas de acrílico para proteção dos cobradores e motoristas.

A Secretaria de Transporte e Mobilidade informa que já tomou diversas ações para evitar a proliferação da covid-19, e dar mais segurança aos passageiros e colaboradores do Sistema de Transporte Público Coletivo do Distrito Federal (STPC).

Em relação aos testes para detectar a covid-19 nos colaboradores do sistema, a Semob informa que os exames rápidos já estavam sendo realizados, mas que, por uma decisão do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT), as testagens foram suspensas.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação