Cidades

Entenda como funcionará o desvio do trânsito no centro de Taguatinga

Serão construídos desvios que mudarão, principalmente, a circulação de veículos na Avenida Central, que ficará interditada no sentido Sol Nascente/Pôr do Sol%u2013Plano Piloto

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 21/07/2020 07:00
Tesourinha do viaduto central receberá os motoristas que farão o desvio após a Avenida das Palmeiras em direção à EPTGA partir de quinta-feira (23/7) o trânsito na áreal central de Taguatinga sofrerá alterações para a execução das obras do Túnel de Taguatinga. Serão construídos desvios que mudarão, principalmente, a circulação de veículos na Avenida Central, que ficará interditada no sentido Sol Nascente/Pôr do Sol;Plano Piloto. O fluxo no sentido contrário seguirá normalmente.
Usuários do transporte público coletivo devem redobrar a atenção, pois, devido à interdição, haverá mudança no local de embarque. Quem costuma embarcar no trecho que será interditado, no sentido Plano Piloto, deverá se dirigir às paradas que a Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) instalou na Avenida das Palmeiras. No sentido de volta, em direção a Ceilândia, não haverá alteração.
O mesmo acontece para o os motoristas, que não poderão trafegar no sentido Plano Piloto, interditado para condutores que vêm do sentido Sol Nascente/Pôr do Sol. Eles precisarão usar rotas alternativas nas Avenidas Samdu e das Palmeiras, além do Pistão Norte, antes de retomarem à Estrada Parque Taguatinga (EPTG). O trajeto sentido Ceilândia: permanece como está.

Segundo o GDF, a Avenida Central será liberada gradualmente de acordo com a conclusão dos serviços de escavação. Assista ao vídeo produzido pela Agência Brasília para entender como vai funcionar o desvio:
[VIDEO1]

Previsão de conclusão das obras em 2022

O túnel fará uma ligação subterrânea para quem segue para Sol Nascente/Pôr do Sol, pela via Elmo Serejo, além de oferecer uma alternativa pela superfície para o Centro de Taguatinga. O início das obras ocorreu em maio, com o alargamento da alça de acesso à EPTG pelo Pistão Norte, que ganhou mais uma faixa.
Depois, alguns trechos da EPTG foram alargados. A etapa seguinte se concentrou na Avenida das Palmeiras, que passa a ter sentido único (Sol Nascente/Pôr do Sol-Plano Piloto) durante toda a construção do túnel - com previsão de conclusão para 2022.

A obra dos desvios incluíram também terraplanagem, pavimentação, instalação de sinalização de trânsito horizontal e vertical, limpeza de camada vegetal e supressão arbórea em trechos do Pistão Norte, da Avenida das Palmeiras e no acesso à Avenida Samdu Norte.

O consórcio Novo Túnel é responsável pela execução das obras, com recursos oriundos de contrato de financiamento firmado entre GDF e Caixa Econômica Federal. O investimento é de R$ 275,7 milhões.
Com informações da Agência Brasília

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação