Cidades

Após morte de cachorro, apicultores retirarão enxame do Parque da Cidade

As abelhas, que estão no estacionamento 7, serão levadas para apiário em Taguatinga

Sarah Peres
postado em 21/07/2020 23:05
Enxame no Estacionamento 7 será retiadoUma equipe de apicultores irão realizar a retirada de um enxame que está localizado em um teto de alvenaria da área da Piscina com Ondas, no Estacionamento 7 do Parque da Cidade. A ação ocorrerá nesta quarta-feira (22/7), às 8h30, e as abelhas serão encaminhadas para um apiário em Taguatinga. A ação ocorre três dias após uma família sofrer um ataque no gramado do Estacionamento 6, que culminou na morte de um cachorro de estimação de sete anos, o Tufão.

De acordo com Luiz Lustosa, presidente da Associação dos Meliponicultores do DF e do Instituto Abelha Nativa, este período de seca é um momento propício para o aparecimento das abelhas no Parque da Cidade. No entanto, a orientação para quem se deparar com o inseto é de se acionar o Corpo de Bombeiros, e que não reaja.

;As abelhas aparecem no parque e em outras áreas do Distrito Federal em decorrência das queimadas, e da não preservação das áreas ambientais. Os insetos perdem o habitat natural e, por isso, passam a circular por outros locais, em busca de abrigo;, explica.

Ainda segundo Lustosa, a finalidade das abelhas na natureza é a polinização. ;Mas não existe abelha perigosa, elas simplesmente reagem. Elas não vai realizar um ataque, a não ser que se sintam ameaçadas. Por isso, pedimos que não mexam com elas ou realizem a queimada de colmeias. A orientação é que se acione o corpo de bombeiros, a nossa associação, para que esses insetos sejam preservados;, acrescenta.
Tufão morreu após um ataque de abelhas

Perda

Para a advogada Luana Vieira a perda abrupta de Tufão ainda é muito triste para toda a família. ;Ele era meu companheiro de vida, sempre me acompanhava. Claro que sofro muito com o que ocorreu, mas quero que a minha história sirva de exemplo para outras pessoas e para a administração do parque. Eu perdi meu animal de estimação, mas poderia ter sido uma criança ou uma pessoa alérgica. Algo muito pior poderia ter acontecido;, analisa.

;Depois do ataque, pessoas que estavam no local relatou que ocorreu outros possíveis ataques. Para mim, é importante que a administração tomasse os cuidados e alertasse os visitadores do parque sobre a possível presença de abelhas. Como poderemos nos proteger, se não temos conhecimento de nada?;, questiona Luana.

Ataque

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o ataque de abelhas à família que passeava pelo Estacionamento 6 do Parque da Cidade teria ocorrido porque os insetos estavam em momento de transição. Desse modo, elas poderiam ter se sentido ameaçadas no percurso e, por isso, picado Tufão.

Nesta quarta-feira (21), a corporação explicou, ainda, que as abelhas não estavam mais no estacionamento. O único enxame identificado é o do Estacionamento 7. Os bombeiros orientam que, se uma pessoa estiver em contato com os insetos em transição, se abaixe e corra em zigue-zague. Além disso, a principal recomendação é que não mate nenhuma abelha, pois isso poderá resultar em um ataque.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação