Cidades

Grita geral

grita.df@dabr.com.br (cartas: SIG, Quadra 2, Lote 340 / CEP 70.610-901)

postado em 22/07/2020 04:21
grita.df@dabr.com.br  (cartas: SIG, Quadra 2, Lote 340 / CEP 70.610-901)
Samambaia
Gasto de energia

O autônomo Patrício Pereira, 27 anos, morador de Samambaia, entrou em contato com a coluna Grita Geral para reclamar de desperdício de energia no Centro Olímpico, em Samambaia Sul. ;No domingo, passei pela manhã no local e vi vários postes com as luzes ligadas, gastando energia à toa;, relata. ;Não retornei à região desde então, não sei se resolveram, mas é sempre bom ficar atento a essa questão;, complementa.

; A Companhia Energética de Brasília (CEB) informou que, desde o último sábado, equipes de manutenção de iluminação pública estão atuando nas avenidas de Samambaia. Para isso, é necessário acionar as luminárias durante o dia para identificar quais estão com defeito.



São Sebastião
Falta de água

A dona de casa Maria Freitas, 45 anos, moradora do Bairro Vila Nova, em São Sebastião, reclamou que frequentemente falta água na região. ;Minha casa fica sem água por horas. A última vez foi na quinta-feira passada, não me preparei e tive que esperar a água voltar para fazer minhas tarefas de casa;, conta. ;Como não tenho caixa d;água, esse problema é ainda maior para mim. Gostaria de saber por que várias áreas de São Sebastião passa por esse transtorno;, questiona.

; A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) informou que a suspensão no fornecimento de água se deu em razão das obras de setorização que estão acontecendo em São Sebastião para levar melhorias nas redes de água da região. As interrupções são programadas para acontecerem em um período inferior a seis horas. A Caesb salientou que as obras de setorização têm como objetivo contribuir na redução de perdas de água tratada. O projeto de setorização conta com a instalação de trechos de rede de água, macromedidores e válvulas redutoras de pressão. Esses equipamentos permitirão o controle à distância da operação do sistema, adequando a pressão na rede e identificando possíveis vazamentos de forma virtual. A operação automatizada diminuirá as perdas na rede de água. A obra contempla 25 setores de medição e controle, além da construção de 39 quilômetros de redes de distribuição de água para setorização. A Caesb fará, ainda, a substituição de 77 quilômetros de rede. A companhia reforçou que os usuários devem contar com reserva de volume mínimo correspondente ao consumo médio diário.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação