Cidades

GDF poderá retomar licitação para reforma da Ponte Costa e Silva

Autorização foi feita pelo Tribunal de Contas do Distrito Federal na quarta-feira (22/7). Edital estava suspenso desde maio por falhas detectadas no processo

Tainá Seixas
postado em 23/07/2020 23:55
Autorização foi feita pelo Tribunal de Contas do Distrito Federal na quarta-feira (22/7). Edital estava suspenso desde maio por falhas detectadas no processo
O Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) autorizou, na última quarta-feira (22), a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) a retomar o edital de licitação para reforma da Ponte Costa e Silva. O processo busca contratar empresa de engenharia para execução de obra de recuperação da ponte.

O edital havia sido suspenso em 20 de maio, quando o TCDF determinou a correção de falhas detectadas no edital, referentes ao orçamento estimativo, ao projeto básico e a regras de desclassificação de empresas.

A Novacap aderiu às medidas determinadas pelo tribunal. Na sessão de quarta-feira, o Tribunal decidiu, por unanimidade, que as medidas adotadas pelo órgão eram suficientes para regularização do processo e autorizou a continuidade da licitação. A Novacap deve republicar o edital para a contratação da empresa.

A revitalização consistirá em reforçar a estrutura das vigas da ponte, manutenção das juntas de dilatação e das sinalizações náuticas e viárias, recapeamento funcional das três faixas de asfalto, instalação de um novo guarda-corpo e melhoria no escoamento de águas pluviais, entre outros serviços.

O investimento será de R$ 15 milhões e a previsão é de que obras durem um ano e meio. Recursos para obra virão da Fonte 100, que concentra capital a ser utilizado livremente pelo Executivo.

A Ponte Costa e Silva, inaugurada em 1976, nunca foi revitalizada. Projetada por Oscar Niemeyer, possui 452 metros de comprimento por 13 metros de largura, com três para a passagem de embarcações náuticas que navegam pelo Lago Paranoá. A ponte liga o Setor de Clubes Sul ao Pontão do Lago Sul.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação