Cidades

Polícia investiga a morte de um casal em Águas Claras

Um cirurgião dentista teria avisado a um amigo que iria matar a mulher. Corpo do casal foi encontrado na manhã desta quinta-feira (30/7)

Samara Schwingel, Sarah Peres
postado em 30/07/2020 11:20
Crime ocorreu no edifício My Style, em Águas ClarasUm cirurgião dentista do Hospital Regional de Taguatinga, de 41 anos, teria matado a mulher a facadas na manhã desta quinta-feira (30), no edifício My Life Style, em Águas Claras. O homem estava com coronavírus e, segundo a Polícia Militar, afastado do hospital.

Há relatos de vizinhos sobre gritos durante a madrugada, vindos do apartamento do casal. Segundo a Polícia Militar, o dentista enviou uma mensagem para um amigo informando que tinha matado a mulher, uma enfermeira. Esse amigo chamou a polícia pela manhã.

Ainda de acordo com a PM, o homem para quem o médico enviou a mensagem chamou um advogado e se deslocou para o apartamento do casal. Ao chegar, viu uma poça de sangue por baixo da porta e ligou para a polícia imediatamente.

Investigadores da Polícia Civil passaram a manhã no local. Segundo informações preliminares, havia duas facas com sangue, uma na mão do homem, além de objetos quebrados.
Polícia faz perícia no local do crimeA enfermeira estava com perfurações nos ombros e no braço e morreu na sala do apartamento. Já o dentista estava ferido na nuca e na jugular e foi encontrado na cozinha. As autoridades acreditam que houve luta corporal entre os dois. Ainda não se sabe o motivo do crime.

A mulher tem uma filha adolescente, de outro casamento, mas a menina ainda não foi encontrada.
O Instituto Médico Legal (IML) chegou por volta das 14h20 para retirar os corpos do local. O homem foi identificado como Fabrício David Jorge, 41, e a mulher, Pollyanna Pereira de Moura, 35.

Busque ajuda

; Polícia Militar ; 190
; Ministério dos Direitos Humanos ; Disque 100
; Polícia Civil ; 197 ou opção 3 ou 61 98626-1197 (WhatsApp)
; Delegacia Online ; https://www.pcdf.df.gov.br/servicos/197/violencia-contra-mulher
; Delegacias regionais
Atendimento 24 horas por dia
; Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam I e II)
Asa Sul: Entrequadra 204/205 Sul
Telefone: 3207-6172
Ceilândia: Prédio da 15; Delegacia de Polícia ; QNM 2, Área Especial, Conjunto G/H - Centro
Atendimento ininterrupto
; Centro de Atendimento à Mulher (Ceam)
De segunda a sexta-feira, das 10h às 16h30
Asa Sul: Estação do Metrô 102 Sul
Telefone: 3323-7264
Ceilândia: QNM 2, Conjunto F, Lote 1/3 ; Ceilândia Centro
Telefone: 3373-6668
Planaltina: Jardim Roriz, Área Especial, Entrequadras 1 e 2 ; Centro
Telefone: 3389-8189 / 99202-6376
; Programa de Prevenção à Violência Doméstica (Provid) da Polícia Militar
Telefones: 3910-1349 / 3910-1350
; Núcleo de Assistência Jurídica de Defesa da Mulher (Nudem)
Telefone e WhatsApp: 99359-0032
E-mail: najmulher@defensoria.df.gov.br

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação