Cidades

Em 24 horas, DF registra mais 2,1 mil casos de covid-19 e 23 mortes

Entre os pacientes que não resistiram às complicações da covid-19, dois eram moradores de outras unidades da Federação

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 30/07/2020 19:45
paciente covid-19O Distrito Federal registrou 2,1 mil novos casos de covid-19 nesta quinta-feira (30/7), contabilizando, ao todo, 104.442 diagnósticos positivos para a doença. De acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde (SES/DF), divulgado às 18h, 23 moradores do DF não resistiram às complicações da covid-19. Outras duas vítimas eram moradores do estado de Goiás.
Desde o início da pandemia, 1.312 pacientes morreram em decorrência do novo vírus. Somados os 132 óbitos de moradores de outras unidades da Federação, o total chega a 1.444.
Apesar de contabilizados neste boletim, os 25 óbitos ocorreram entre 22 e 30 de julho. Deles, 19 tinham mais de 60 anos, e 20 apresentavam comorbidades, como problemas cardiovasculares e distúrbios metabólicos.

Três vítimas moravam em Ceilândia, em Taguatinga e em Vicente Pires; dois no Gama, em Águas Claras e na Candangolândia e as demais no Guará, no Paranoá, no Plano Piloto, no Riacho Fundo 2, em Samambaia, em Santa Maria, em Sobradinho e no Sudoeste/Octogonal.

Do total de casos confirmados com o novo coronavírus, 83,1% estão recuperados e mais de 16 mil estão ativos. Além da região com o maior número de mortes em decorrência da doença, Ceilândia lidera com folga o ranking das localidades com o maior número de contaminados. São 12.976 casos. Em seguida, estão o Plano Piloto, com 8.250; Taguatinga, com 7.425; e Samambaia, com 6.683.

Entre os profissionais essenciais, da segurança pública e da saúde, 7.424 testaram positivo para a covid-19. A maioria deles, 3.905, é composta por servidores da saúde.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação