Cidades

Hospital de Campanha da PM recebeu sete pacientes nos primeiros dias

Atendimento no Hospital de Campanha da Polícia Militar começou no sábado (1º/8): sete, dos 80 leitos de UTI, foram ocupados por pacientes de covid-19

Tainá Seixas
postado em 03/08/2020 17:40
Hospital de Campanha da Polícia Militar tem 80 leitos de UTI para pacientes de covid-19O Hospital de Campanha do Centro Médico da Polícia Militar começou a funcionar no último sábado (1;/8), após liberação do Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) na sexta (31/7). Desde então, sete paciente já foram atendidos para tratamento de covid-19 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do local.

Há, também, outros 20 leitos de enfermaria destinados ao tratamento de pacientes de com a doença. Apesar de gerido por empresa privada, contratada pela Secretaria de Saúde, os equipamentos instalados na unidade serão incorporados ao patrimônio do governo, ao término do contrato.

Em 16 de julho, o TCDF suspendeu a contratação da empresa Associação Saúde em Movimento, escolhida para gerir a unidade de saúde, por irregularidades no processo. Na sexta, no entanto, autorizou o funcionamento desde que a Secretaria de Saúde prestasse esclarecimentos sobre a contratação.

[SAIBAMAIS]O Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF) auxiliou na implantação do hospital, mas a empresa contratada será responsável pela administração técnica e assistência médica, bem como manutenção de insumos necessários ao atendimento e alimentação dos pacientes. Com os novos leitos em funcionamento, a rede pública de saúde tem 751 leitos com suporte de ventilação mecânica para tratamento da Covid-19.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação