Cidades

Hospital da Papuda deve começar a funcionar na primeira quinzena do mês

Processo de contratação da empresa para gerir o local foi publicado no Diário Oficial desta segunda-feira (3/8). Serão 20 leitos de enfermaria para tratar detentos pacientes de covid-19

Tainá Seixas
postado em 03/08/2020 21:57
Processo de contratação da empresa para gerir o local foi publicado no Diário Oficial desta segunda-feira (3/8). Serão 20 leitos de enfermaria para tratar detentos pacientes de covid-19Hospital da Papuda deve começar a funcionar em 15 dias
Processo de contratação da empresa para gerir o local foi publicado no Diário Oficial desta segunda-feira (3/8). Serão 20 leitos de enfermaria para tratar detentos pacientes de covid-19.

O Governo do Distrito Federal recebe, a partir desta segunda-feira (3/8) propostas de empresas para a gestão do Hospital da Papuda. Medida foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal que também determinar que processo de contratação dispensará licitação.

O hospital funcionará dentro do Complexo Penitenciário da Papuda e terá 20 leitos de enfermaria para tratamento de detentos com covid-19. De acordo com o GDF, a previsão é de que o hospital comece a funcionar ainda na primeira quinzena de agosto.

A infraestrutura da unidade de saúde já está pronta, mas empresa contratada deverá fornecer aparelhos, gerenciamento técnico, assistência multiprofissional de forma ininterrupta, manutenção e insumos necessários para o funcionamento dos equipamentos. Além disso, será responsável, também, pelo atendimento dos pacientes, com medicamentos, materiais médico-hospitalares e esterilização de equipamentos e materiais, além de alimentação.

Atualmente, são 1.708 diagnósticos de covid-19 entre a população privada de liberdade. Destes, 75 estão com a doença ativa e houve três mortes. Interessados em gerir a unidade podem enviar propostas aos grupos interessados até 15h de 7 de agosto pelo e-mail dispensadelicitacao.sesdf@gmail.com.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação