Cidades

Seja voluntário: administração do Cruzeiro recruta interessados em ajudar

Os voluntários podem prestar serviços em várias áreas, incluindo saúde e direitos humanos

Jonathan Luiz*
postado em 04/08/2020 14:27
O  objetivo da ação voluntária é prestar exercício dos direitos humanosOs brasilienses que estão buscando trabalho voluntário podem escolher ajudar e receber experiência em conjunto com a Administração Regional do Cruzeiro, que vai oferecer serviço de voluntariado social e profissional para os interessados. A medida foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta terça-feira (4/8).

A ideia é que as vagas para o serviço voluntário sejam preenchidas por pessoas da comunidade que queiram trabalhar com direitos humanos, cultural, recreação e assistência nas áreas de saúde, educação, esporte, lazer, cultura, meio ambiente, assistência e defesa social e jurídica, entre outros.

As vagas para o voluntário profissional serão preenchidas por formados ou pessoas que estejam cursando Administração, Gestão Pública, Assistência Social, Comunicação e Publicidade, Educação Física, Geografia, História, Artes Cênicas, Artes Plásticas, Agronomia, Biblioteconomia, Arquivologia, Tecnologia da Informação, Análise de Sistema e Desenvolvimento, Ciências Contábeis e 6; semestre das áreas de Engenharia Civil, Engenharia Ambiental, Arquitetura, e que absorvam o serviço voluntário. O estudante precisa estar matriculado do 4; semestre em diante.

A inscrições serão administradas pela Gerência de Pessoas - GEPES. Para a assinatura do Termo de Adesão ao Serviço Voluntário são necessários os seguintes documentos: 1) Cópias da Carteira de Identidade- RG e do Cadastro de Pessoa Física - CPF; 2) Uma foto 3x4; 3) Comprovante de residência; 4) Diploma quando formado; 5) Comprovante de que está cursando a faculdade para os ocupantes de vaga para serviço voluntário profissional; 6) Certidão negativa do TJDFT, e currículo resumido.

[SAIBAMAIS]A seleção, aceitação e supervisão do trabalho ficará a cargo dos Coordenadores, Diretores, Gerentes, Chefes de Núcleo, Chefe de Gabinete, Chefe da Assessoria Técnica, Chefe da Ouvidoria, Chefe da Assessoria de Planejamento ou Chefe da Assessoria de Comunicação. O voluntário selecionado vai receber um comunicado da GEPES para que apresente a documentação e assine o Termo de Adesão.

Vale lembrar que o serviço voluntário é prestado de forma espontânea e não gera vínculo funcional ou empregatício com a Administração Regional do Cruzeiro ou o Governo do Distrito Federal, nem qualquer obrigação de natureza trabalhista, previdenciária ou afim. O voluntário não vai ter um controle de horários e nem ressarcimento de despesas, mas poderá, ser autorizado pelo supervisor a utilizar os meios de transporte e outras facilidades colocadas à disposição da equipe de servidores com a qual trabalha.

Outra questão que vale destacar é que, para se voluntariar, é preciso ter no mínimo 18 anos, não ter sido condenado por improbidade administrativa, crime contra a administração pública ou ter sido desligado anteriormente de outro trabalho voluntário por violação das proibições e deveres expressos.

Estagiário sob supervisão de Nahima Maciel

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação