Cidades

DJ do DF organiza festa secreta com "superprodução" em meio à pandemia

Festa com pulseirinha, bar, localização secreta e proibição do uso de celular estava marcada para 15 de agosto: conta indicada para pagar convite recebeu auxílio emergencial

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 05/08/2020 11:31
Festa é divulgada abertamente nas redes sociaisUm DJ do Distrito Federal está organizando um evento com ;superprodução; mesmo com a capital passando pelo momento mais crítico da pandemia do novo coronavírus. A festa está sendo divulgada pelo WhatsApp e até pelo perfil do Instagram do jovem, que conta com quase 30 mil seguidores.

O Correio teve acesso às conversas dos organizadores, que detalham que o evento terá pulseirinha, bar, localização secreta e até proibição do uso de celular. Além disso, os organizadores cobram um valor de R$ 40 pelo ingresso, que deve ser pago por transferência bancária. As mensagens chegam a dizer: "Aqui é igual coração de mãe, sempre cabe mais um" e "Na festa, um cuidando do outro".
A reportagem também entrou em contato com números que faziam parte do grupo de WhatsApp que mobiliza a festa. Porém, duas pessoas que atenderam às ligações disseram não participar da organização, somente conhecer os mobilizadores. A pessoa que mandou as mensagens com detalhes do evento e formas de pagamento usou um número de uma empresa, mas não retornou o contato do Correio.

Convite também foi compartilhado pelas redes sociais
A conta que foi divulgada para receber transferências é de uma pessoa que consta como beneficiária do auxílio emergencial do governo federal, tendo recebido R$ 1.200, e do Bolsa Família, tendo recebido R$ 2.088 em valores mensais de cerca de R$ 85, desde junho de 2017. Essa pessoa seria um amigo do DJ, que está ajudando a organizar o evento. A festa está marcada para o dia 15 de agosto, começando no sábado às 22h e com previsão de término às 8h de domingo.

De acordo com o DF Legal, esse tipo de festa ;requer licença eventual, conforme a Lei 5.281/13;, mas, neste momento de pandemia, ;não pode ocorrer por conta do decreto da covid-19 que suspendeu esse tipo de evento;. Os organizadores podem sofrer interdição do local e multa que varia de R$ 7.299,74 a R$ 51.098,24. O órgão afirmou ainda que vai apurar a denúncia.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação