Cidades

Covid-19: Cinco voluntários participam do 2º dia de testes da vacina

Profissionais da saúde receberam produto vacinal da farmacêutica Sinovac Biotech e se disseram esperançosos

Alan Rios
postado em 06/08/2020 14:49

Vacina contra a covid-19 no ensaio clínico no HUBMais cinco profissionais da saúde recebem, nesta quinta-feira (6/8), a vacina em teste no Distrito Federal contra a covid-19. Os ensaios começaram mais cedo, às 8h, e os primeiros voluntários saíram do ambulatório se sentindo esperançosos.

Magali Oliveira, fisioterapeuta do Hospital Universitário de Brasília (HUB), 40 anos, recebeu a primeira dose às 12h e disse se sentir tranquila com a imunização em teste. "Estou bem e grata por participar disso. É uma felicidade grande contribuir com a pesquisa, que está em teste, mas, para quem está na linha de frente do combate ao vírus, não gera receio", contou.

Logo após a saída de Magali, a técnica de enfermagem Joelma de Souza, 36, também recebeu a vacina e foi liberada. "Esse é um momento bem difícil, principalmente para nós que trabalhamos na área da saúde. Tivemos muitas dificuldade de lidar com a pandemia, principalmente no início, porque essa é um doença nova. Agora, vem um turbilhão de sensações, mas principalmente esperança", avalia Joelma.

As voluntárias da manhã foram a fisioterapeuta, uma enfermeira e a técnica de enfermagem, que chegaram às 8h, 9h e 10h, respectivamente. Pela tarde, os profissionais vão chegar ao HUB às 14h e 15h.

Cada um deles passa por exames, recebe a vacina e é acompanhado por mais uma hora após a vacinação para verificação de possíveis efeitos colaterais. O procedimento completo de cada teste dura cerca de cinco horas.[FOTO1651542]

Primeiro dia

Os ensaios começaram nessa quarta-feira (5/8), quando as primeiras cinco pessoas passaram por exames e receberam a vacina. O voluntário número 1 do projeto é Gabriel Ravazzi, 31. Ele é médico e trabalha na unidade de terapia intensiva (UTI) do HUB.

Gabriel saiu do ambulatório dizendo se sentir bem e com sentimento de gratidão por poder participar dos testes de algo que pode mudar a realidade que ele enfrenta no hospital. Ele vai retornar ao local em 14 dias para a segunda dose.

[SAIBAMAIS]"É um esforço pela vontade de querer ajudar, porque nós estamos vendo o sofrimento dos pacientes, que são pessoas jovens, pessoas idosas, com e sem doenças. Então, quis participar dessa experiência para que a gente consiga dar um passo importante para mudar isso", afirmou.

Nesta sexta-feira (7/8), o HUB vai organizar metodologias para divulgação do formulário de inscrição para novos voluntários, e não vai realizar vacinações. Os testes devem retornar na próxima segunda-feira (10/6).

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação