Cidades

Ciclistas atropelados por motorista bêbado foram arremessados em 100 metros

Ilda Batista e Anísio de Souza, garis do SLU, foram atropelados por um motorista bêbado, identificado como Josué Alexandro

Sarah Peres
postado em 06/08/2020 17:17
O acidente vitimou os dois ciclistas na BR-020Os garis Ilda Barbosa de Sousa, 52 anos, e Anísio de Souza Lopes, 48, faleceram na noite de quarta-feira (5/8), após serem atropelados por um motorista embriagado na BR-020, entre Sobradinho e Planaltina. Segundo depoimentos de duas testemunhas à 13; Delegacia de Polícia (Sobradinho), o impacto da colisão foi tão grande que as vítimas chegaram a ser arremessadas por mais de 100 metros.

O acusado perdeu o controle do volante, atingiu as vítimas e, então, capotou o veículo. ;O motorista chegou a ficar preso nas ferragens, desacordado. Precisou ser socorrido para fora do veículo e, apesar de ter se negado a realizar o teste alcoolemia, agentes do Departamento de Trânsito constataram que ele estava bêbado;, explica o delegado Hudson Maldonado, chefe da 13;DP.

Ainda segundo o investigador, a ;a embriaguez foi confirmada por agentes pelo andar cambaleante, odor etílico, olhos vermelhos e fala arrastada. Todos esses sinais também foram percebidos pelo delegado de plantão.;

Um vídeo realizado por populares, que se aglomeraram na rodovia após o acidente, mostra Josué já fora do automóvel. Ele estava sentado no chão, de pernas cruzadas e olhar baixo. Embora o local estivesse movimentado, não esboçou reação às falas ou ao trabalho realizado pelo Detran e Corpo de Bombeiros.
Ilda e Anísio voltaram para casa no momento do acidente

[SAIBAMAIS]Os corpos das vítimas foram encaminhados ao Instituto de Medicina Legal (IML) para que especialistas determinem a causa da morte, além dos ferimentos sofridos em decorrência do atropelamento. Josué foi internado no Hospital Regional de Sobradinho (HRS), sob escolta policial.

;O motorista foi preso em flagrante por duplo homicídio praticado por dolo eventual, que é quando a pessoa assume o risco de matar. Quem bebe e assume a direção de um veículo está assumindo o risco de causar um acidente grave, como esse. Uma das vítimas estava de uniforme. Se condenado, por pegar de 12 a 30 anos de reclusão;, acrescenta Maldonado.

Após alta médica, Josué será levado ao Departamento de Controle e Custódia de Presos (DCCP), no Complexo da Polícia Civil, no Parque da Cidade. Ele ficará à disposição da Justiça, que determinará se o suspeito responderá pelos crimes preso ou em liberdade.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação