Publicidade

Correio Braziliense

Lançadas sondas lunares americanas


postado em 18/06/2009 18:26

As sondas lunares americanas LRO e LCROSS foram lançadas nesta quinta-feira (18/6) a bordo de um foguete Atlas V, a partir da base aérea de Cabo Canaveral (Flórida), segundo as imagens ao vivo transmitidas pela TV da Nasa. O Atlas V foi lançado às 17H32 local, vinte minutos depois da hora prevista, em condições meteorológicas desfavoráveis. O primeiro estágio do foguete, que queima uma mistura de querosene e hidrogênio líquido, deve funcionar por quatro minutos e dez segundos, antes da separação do segundo estágio, chamado Centauro. O motor do Centauro, que queima hidrogênio líquido, funcionará inicialmente por dez minutos, fará uma pausa de 22 minutos, e voltará à atividade por cinco minutos, antes da separação da sonda LRO, que vai iniciar seu périplo de quatro dias para se colocar na órbita lunar. A agência espacial americana analisa o reenvio de astronautas ao único satélite natural da Terra até 2020, dentro do projeto de exploração lançado em 2004 pelo ex-presidente George W. Bush. Trata-se da primeira etapa para preparar missões de exploração habitada para Marte e para o conjunto do Sistema Solar. O presidente Barack Obama decidiu examinar este programa batizado Constellation, mas sem questionar até agora seus grandes objetivos. A sonda LRO (Lunar Reconnaissance Orbiter) constitui junto com sua companheira LCROSS (Lunar Crater Observation and Sensing Satellite) a primeira missão preparatória desse ambicioso projeto. Os principais objetivos da sonda LRO serão, durante uma missão de 12 meses, cartografar a superfície lunar com um grau de precisão sem precedentes, detectar possíveis locais de alunissagem, buscar a presença de gelo em crateras que permanecem sempre na escuridão e obter outros dados precisos do solo e das radiações cósmicas. A sonda LCROSS, colocada a bordo do mesmo foguete Atlas V, tem uma missão muito específica de buscar água numa cratera próximo ao pólo sul, onde emissões de hidrogênio detectadas previamente podem assinalar a presença de gelo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade