Publicidade

Estado de Minas

Cirurgias estéticas de queixo e maxilar aumentam nos Estados Unidos


postado em 16/04/2012 10:09

Washington - A cirurgia estética do queixo e dos maxilares está em forte alta nos Estados Unidos, com o envelhecimento da geração do baby boom e o desenvolvimento das reuniões de trabalho por vídeo, mas permanece muito atrás dos implantes mamários e da lipoaspiração. Segundo estatísticas de 2011 da Sociedade Americana de Cirurgiões Estéticos (ASPS), publicadas nesta segunda-feira, as cirurgias de queixo e maxilar aumentaram 71% em um ano, independente do sexo dos pacientes, a um ritmo maior que a soma de implantes mamários, injeções de Botox e lipoaspiração.

O relatório diz que, em 2011, houve nos Estados Unidos 13,8 milhões de cirurgias estéticas. As cirurgias de mama representaram globalmente um quarto das cirurgias realizadas, enquanto que as de queixo chegaram a 20 mil. As injeções de Botox lideram as cirurgias cosméticas, com 5,6 milhões em 2011, 5% a mais que em 2010, mas 621% a mais que em 2000. Segundo cifras de 2010 da Sociedade Internacional de Cirurgias Estéticas, pouco menos de uma em cada cinco intervenções cirúrgicas deste tipo realizadas no mundo (17,1%) acontecem nos Estados Unidos, seguido de perto pelo Brasil (16,8%).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade