Publicidade

Estado de Minas

Cafeína, álcool e sal dificultam a absorção de cálcio pelo organismo


postado em 04/06/2012 08:08

Belo Horizonte — Não é segredo que incluir leite, iogurte, queijo e outros derivados é fundamental para uma alimentação saudável, mas nem todo mundo sabe que ingerir a quantidade necessária desses alimentos não garante a absorção total do cálcio presente em suas composições. O sal, a cafeína, o tabaco, as bebidas alcoólicas e a falta de exercício físico são alguns dos principais inimigos desse importante mineral, responsável pela calcificação óssea, pela formação dos dentes e por várias reações intracelulares. Juntos, eles sãos os maiores responsáveis pela perda de cálcio por meio da urina, das fezes e do suor.

O cálcio pode ser encontrado no leite e nos seus derivados, e em alimentos verdes-escuro, como espinafre, a couve-manteiga e o brócolis. Além de ser o principal constituinte dos ossos, o nutriente também está presente nos músculos e tem participação na liberação de energia para a contração muscular, na coagulação do sangue, na absorção de vitamina B12, na liberação de neurotransmissores e na secreção de insulina. A falta de cálcio pode levar a espasmos musculares e nervosos, a raquitismo e a osteopenia, condição que antecede a osteoporose, quando os ossos, que ficam mais suscetíveis a fraturas.

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade