Publicidade

Correio Braziliense

Cientistas russos batem recorde de imersão ao mergulhar na Sibéria

Lago Labynkyr fica no nordeste da Sibéria, um dos lugares mais frios do mundo


postado em 06/02/2013 18:03

Moscou - Cientistas russos bateram um novo recorde de imersão ao mergulhar no lago Labynkyr, extremo nordeste da Sibéria, um dos lugares mais frios do mundo, no período mais frio do ano, informou a TV pública russa nesta quarta-feira (6/2). Os mergulhadores russos, dez no total, chegaram ao fundo deste lago polar, situado perto da cidade de Oimiakon, acrescentou a TV.

O mergulho durou 23 minutos. No exterior, a temperatura era de pelo menos 45 graus negativos e no fundo do lago, de 2ºC. "Foi batido um recorde mundial. Pela primeira vez o homem mergulhou no local mais inóspito do planeta no período mais frio do ano", indicaram as autoridades locais em um comunicado.

Leia mais notícias em Ciência&Saúde

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade