Publicidade

Correio Braziliense

De acordo com estudo, homens de Neandertal eram pouco sociáveis

Cientistas compararam crânios fósseis de 32 seres humanos modernos e de 13 homens de Neandertal, que datam de 27 mil a 75 mil anos atrás


postado em 20/03/2013 08:43

Escultura retrata um homem de Neandertal: cérebro mais dedicado à visão do que à interação social(foto: Nikola Solic/ Reuters)
Escultura retrata um homem de Neandertal: cérebro mais dedicado à visão do que à interação social (foto: Nikola Solic/ Reuters)
 

O homem de Neandertal tinha um cérebro de tamanho similar ao do ser humano moderno contemporâneo, mas a estrutura do órgão dedicava uma parte maior à visão, em detrimento de funções relacionadas, por exemplo, às relações sociais. A conclusão é de um estudo publicado na edição eletrônica da revista Proceedings B, da Real Sociedade de Londres.

Eiluned Pearce e Robin Dunbar, da Universidade de Oxford, e Chris Stringer, do Museu de História Natural de Londres, compararam crânios fósseis de 32 seres humanos modernos e de 13 homens de Neandertal, que datam de 27 mil a 75 mil anos atrás. Dessa forma, constataram que os cérebros das duas espécies tinham aproximadamente o mesmo tamanho, mas as órbitas dos neandertais eram maiores e, consequentemente, seus olhos também eram maiores. “Isso nos faz pensar que o cérebro deles tinha áreas maiores dedicadas à visão e ao domínio do corpo”, explicou Pearce à agência France-Presse.

Leia mais notícias em Ciência&Saúde

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade